Ninkasi, a Deusa da Cerveja

Ninkasi é a antiga deusa sumeriana da cerveja, que transformou uma mistura de água e cevada em um líquido dourado, conhecido hoje como cerveja.

Era uma deusa muito popular que fornecia cerveja aos deuses. Ela era considerada a própria personificação da cerveja.

Receba as postagens do Ninkasi Beer Club no seu e-mail!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Cervejas de Natal - Bamberg Weihnachts



Criada para celebrar o Natal, esta cerveja não segue estilos e foi pensada para combinar com a ceia e o clima brasileiro nesta época do ano. A receita leva 30% de malte de centeio na receita, o que confere uma certa rusticidade; o IBU de 30 ajuda a combater a gordura e, assim como o lúpulo de sabor frutado da região de Hallertauer, deixa a cerveja mais refrescante. Uma leve pitada de malte defumado e fermento de Kölsch dão o toque final. Apesar do malte de centeio, é uma bebida filtrada, vendida apenas em garrafas de 600ml. Harmoniza com a ceia de Natal, tender, leitoa assada, churrasco, família reunida e confraternização.

Temperatura ideal de consumo: de 4,0°C a 8,0°C.

Aroma: Frutas vermelhas, cítricas, terroso, leve caramelo e defumado bem sutil.

Aparência: De coloração vermelha com leve toque amarronzado, cristalina, com boa formação de espuma e boa consistência.

Sabor: No começo, percebe-se a doçura dos maltes e o frutado do fermento, mas rapidamente essa sensação é sobreposta pela rusticidade do malte de centeio, uma certa acidez, terminando levemente amargo com defumado bem sutil no final.

Sensação na boca: Tem corpo médio, porém a acidez e o final seco deixam-na refrescante; o centeio provoca sensação de “oleosidade”, criando uma viscosidade na boca.

Impressão geral: Uma cerveja complexa, porém refrescante e fácil de ser bebida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar!
Cheers!
Ninkasi Beer Club