Ninkasi, a Deusa da Cerveja

Ninkasi é a antiga deusa sumeriana da cerveja, que transformou uma mistura de água e cevada em um líquido dourado, conhecido hoje como cerveja.

Era uma deusa muito popular que fornecia cerveja aos deuses. Ela era considerada a própria personificação da cerveja.

Receba as postagens do Ninkasi Beer Club no seu e-mail!

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Surpreenda e harmonize as ceias de final de ano com cerveja artesanal



A ceia de Natal ou Ano Novo é um dos momentos mais esperados para a maioria das famílias brasileiras e mesmo os pratos e receitas mais clássicas de peru, chester, tender ou pernil podem surpreender quando harmonizadas com a cerveja artesanal correta. “A harmonização tem o objetivo de proporcionar uma experiência completa e possibilitar a mistura e realce de sabores, tanto dos pratos quanto das cervejas. Por isso, qualquer prato ganha outra conotação quando bem harmonizado”, explica o sócio e cervejeiro da Urbana, André Cancegliero.

A Refrescadô é uma boa opção para quem ainda não está acostumado com muito amargor, pois é mais leve. Já aqueles que gostam de cervejas mais encorpadas e com um toque picante diferente, a Centeio Dedo vai surpreender pelo equilíbrio e sabor conferidos pelo cereal ainda incomum nas cervejas brasileiras.

Conheça algumas boas harmonizações:

É o caso da Gordelícia, que além de acompanhar muito bem carnes magras, como o pernil de porco e o lombo, combina com as frutas secas que, geralmente, são adicionadas aos acompanhamentos. Isso por causa das notas frutadas, do baixo amargor e da alta drinkability (conceito subjetivo que mede o quanto a bebida é agradável) dessa Strong Golden Ale.

Para aqueles dão preferência pelas aves nas ceias de final de ano, a sugestão é a Boo, uma cerveja de trigo leve, refrescante, bastante cítrica e com baixo amargor apesar do aroma de lúpulo marcante.

Já quem opta por fugir do tradicional e aposta no churrasco para comemorar com a família e os amigos, nada melhor que uma India Pale Ale (IPA) para acompanhar, isso porque o amargor desse estilo limpa a boca preparando o paladar para uma nova mordida na carne. “Para quem gosta de amargor um toque cítrico único, a Fio Terra vai ser a cerveja que vai marcar o final de ano por conta do bom corpo, amargor presente e equilibrado e final cítrico e refrescante”, aponta o cervejeiro.

Fonte: RS Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar!
Cheers!
Ninkasi Beer Club