Ninkasi, a Deusa da Cerveja

Ninkasi é a antiga deusa sumeriana da cerveja, que transformou uma mistura de água e cevada em um líquido dourado, conhecido hoje como cerveja.

Era uma deusa muito popular que fornecia cerveja aos deuses. Ela era considerada a própria personificação da cerveja.

Receba as postagens do Ninkasi Beer Club no seu e-mail!

sábado, 30 de abril de 2016

5. Dádiva Venice Beach


Uma parceria entre a empresa DaLata e a Cervejaria Dádiva foi criada especialmente para atender à demanda de um público seleto, que quer maior mobilidade para carregar sua cerveja artesanal.

De sabor leve, aromática e refrescante, a Venice Beach tem inspiração em horizontes modernos, com amargor delicado e baixa concentração alcoólica, criando uma IPA mais suave e propícia para a estação. O produto foi elaborado com 4,5% de teor alcoólico e leva lúpulos americanos em sua receita.

Nome da cerveja: Venice Beach 
Estilo: Session IPA
ABV: 4,5%
IBU: --
Formato: 350ml (lata) 




4. J.Beer De Bull


A leitura de João Belentani para o estilo American India Pale Ale, batizada como De Bull, se junta ao time da JBeer. De coloração âmbar claro, a cerveja tem amargor elegante e carrega em sua essência aroma e sabor de lúpulos americanos, que trazem ao nariz notas cítricas e resinosas. Na boca, o amargor do “tempero da cerveja” é equilibrado pelas notas de cereais e toffee, provenientes do malte.

A De Bull alcança 50 IBUs e 6,5 % de teor alcoólico e é ótima companhia para regar refeições típicas mexicanas, hambúrgueres, carnes vermelhas assadas ou belas tábuas de queijos azuis, como o gorgonzola. Ilustram o novo rótulo que ressalta a imponência do Charging Bull, famosa escultura de bronze de Wall Street, traços que conversam com o folclore nacional dos bois cantados de cordel e traduzem em imagem a personalidade desta receita, intensa e bem executada.

Nome da cerveja: De Bull 
Estilo: American IPA
ABV: 6,5%
IBU: 50
Formato: 350ml (lata)


3. Urbana Cat in The Box


O outro lançamento deste projeto é a Cat In The Box, um sonho antigo da Cervejaria Urbana. Fernando Bueno explica que a receita foi paixão à primeira brassagem, em 2008, ainda na panelinha de 20l. Desde então, a Cervejaria Urbana vem testando e aprimorando a receita dessa Imperial Stout em seu laboratório. O resultado de oito anos de testes não poderia ser outro: uma cerveja complexa, ousada e volumosa em todos os sentidos, atingindo um teor alcóolico de 11% e amargor de 100 IBUs.

Nome da cerveja: Cat In The Box 
Estilo: Imperial Stout
ABV: 11%
IBU: 100
Formato: 350ml (lata) 

2. Perro Libre Sorachi Berliner


Este ano a Perro Libre lança uma nova série de cervejas ao lado das já consolidadas Hop Bursted, intitulada Sour and Wild. A primeira a ser lançadaserá a Sorachi Berliner. À beira da extinção na Europa para o fervor no mercado cervejeiro americano, o estilo Berliner Weisse leva grande porcentagem de malte de trigo e bactérias láticas do gênero Lactobacillus, e se tornou uma espécie de porta de entrada para as sour ales.

Maturada com cascas de limão siciliano, a Sorachi Berliner utiliza o lúpulo japonês Sorachi Ace, que apresenta notas cítricas e herbáceas lembrando limão siciliano, coentro e chás, e possui 3,4% de teor alcóolico, 3,5 de pH e apenas 5 IBUs.

Nome da cerveja: Sorachi Berliner 
Estilo: Berliner Weisse
ABV: 3,4%
IBU: 5
Formato: 350ml (lata) 

1. Dogma Rizoma


A Rizoma, o lançamento da Dogma, é uma Double IPA com 8,3% de teor alcoólico e 80 IBUs. Como todos os rótulos da Dogma, nada é feito por acaso! Estamos diante de uma produção diferente, com lúpulos Citra e Mosaic que foram adicionados apenas no final da fervura, oferecendo assim um amargor muito mais limpo e de melhor qualidade. Com uma base leve de maltes, alaranjada e seca no final, essa cerveja sazonal será comercializada em um latão de 473ml, para preservar toda sua potência sensorial.

Com ela, a Dogma quer apresentar uma forma de organização, onde nossa sociedade se estruture, assim como o lúpulo, através de um rizoma, sem uma raiz central da qual se segue uma organização hierárquica, reconhecendo a multiplicidade e construindo uma unidade baseada na igualdade entre diferenças e sempre podendo ser mutável, desmontável, reversível e conectável. A um primeiro olhar, essa sociedade seria impossível de ser construída, assim como para muitos essa cerveja seria impossível de ser produzida.

Nome da cerveja: Rizoma
Estilo: Double IPA
ABV: 8,3%
IBU: 80
Formato: 473ml (lata)

Cinco Cervejarias Ciganas organizam envase coletivo de cervejas em lata!


As ciganas Dogma, JBeer, Perro Libre e Urbana se uniram à micro Cervejaria Dádiva para promover um envase coletivo de rótulos de cerveja em lata em lançamento simultâneo. A empresa DaLata Brasil será a responsável pelo envase de cinco produções sucessivas que somam aproximadamente 8 mil litros de cerveja artesanal brasileira em latas de 350 ml e 473ml.

A Dogma lança sua Double India Pale Ale Rizoma, a JBeer uma India Pale Ale chamada De Bull, a Perro Libre revive o estilo Berliner Weisse com a Sorachi Berliner e a Urbana cria sua primeira Imperial Stout Cat in The Box, enquanto que a Cervejaria Dádiva envasa um novo lote da Session India Pale Ale de nome Venice Beach, uma cerveja de sabor leve, aromática e refrescante, lançada no último Verão como o primeiro envase da DaLata Brasil. 

PORQUE NA LATA?

Os cervejeiros levantam o debate sobre os benefícios deste processo de envase e suporte logístico ao segmento das cervejas artesanais. “A tecnologia de envase é melhor, sendo a quantidade de oxigênio absorvido na cerveja reduzida, resultando em uma cerveja mais fresca por mais tempo. A lata é totalmente opaca, o que resulta em exposição nula aos raios UV, mantendo-se as propriedades sensoriais do lúpulo”. Explica Thiago Galbeno, da Perro Libre.

Luiza Lugli Tolosa, sócia-fundadora da Cervejaria Dádiva, complementa a ideia do envase com o despertar crescente de novas demandas impostas pela cultural cervejeira no país, e sua relação com a necessidade de inovação do mercado. “Além da melhor qualidade de armazenamento do produto e acessibilidade das cervejas artesanais a locais típicos de lazer, precisamos pensar também em questões ambientais mais eficientes de descarte e reciclagem”.

O serviço de envase móvel da DaLata Brasil abriu uma alternativa para os micro e pequenos fabricantes de bebidas no Brasil, não só de cerveja, como também para café, vinho, energético, chá e aguardente, dentre outras. Segundo Alexandre Levorin, diretor da DaLata, a logística é simples e eficiente. “Levamos nosso equipamento e expertise até o espaço do cliente, montamos a linha de envase e prestamos o serviço diretamente do tanque aonde a bebida é armazenada”.

Os cinco rótulos foram envasados na fábrica da Cervejaria Dádiva, que fica em Várzea Paulista, na última semana de abril.

LANÇAMENTO OFICIAL

O lançamento acontece no próximo dia 5 de maio, simultaneamente às 19h, em 15 bares do Estado de São Paulo, sendo Aconchego Carioca, Água Benta Lupulada, Ambar, Beer Rock Club, Capitão Barley, Cateto Pinheiros, Cerveja Artesanal São Paulo, Choperia São Paulo, Empório Alto dos Pinheiros, La Fraternité e Let’s Beer na capital paulista, The Beer Market, em Jundiaí, Cervejoteca, em Campinas, Biergarten, em Ribeirão Preto, eCervejoteca, em Sorocaba. 

Nas postagens a seguir apresentaremos quatro lançamentos e um relançamento.

Fonte: Beer Press

Diabólica Caveira Pale Ale - Degustação nº 520


A Diabólica Caveira é uma Pale Ale que carrega a alma da Revolução Industrial. Grandes transformações a partir do século XVIII possibilitaram o surgimento de uma cerveja clara e com atributos inovadores. 

Cervajaria: Diabólica
Origem: Treze Tílias
ABV(%): 4,4
Estilo: English Pale Ale
Embalagem: Garrafa de 355 ml

É uma cerveja de coloração cobre e límpida. Sua espuma de cor bege apresentou baixa formação e persistência, com boa transição de renda no copo.

No aroma, o malte remete de forma intensa a caramelo, biscoito e tostado. O lúpulo, herbal está presente de forma média. O sabor acompanha o aroma, com equilíbrio entre o dulçor do malte e o amargor. 

O aftertaste é seco, duradouro, com predominância do amargor. Corpo leve, baixa carbonatação e textura macia. Cerveja com alto drinkability. Boa e bem equilibrada como manda o estilo!

Enjoy!
Luiz Araújo

Klein Bier Ink - Degustação nº 519


A Klein Ink é uma Witbier com adição de Hibisco e Anis estrelado, além de casca de laranja e coentro. O seu rótulo traz uma clara manifestação à favor da igualdade entre todos e do sentimento único que é ter uma tatuagem.

Cervejaria: Klein Bier
Origem: Campo Largo-PR (Brasil)
ABV(%): 5
Estilo: Witbier
Embalagem: Garrafa de 600 ml

Cerveja de coloração avermelhada, corpo turvo, com creme rosa, boa formação de espuma e presistência, com excelente transição de renda no copo.

No nariz aroma intenso de hibisco, além da presença de especiarias, no caso coentro. Lúpulo leve e floral. No sabor, o dulçor e o amargor são leves e a acidez marcante. 

Retrogosto médio, levemente amargo e seco. Corpo leve, boa carbonatação e textura levemente frisante. A cerveja tem médio drinkability. Uma witbier bem diferente!

Um brinde!
Luiz Araújo

Primátor Polotmavý 13º - Degustação nº 518


Uma Vienna Lager caracterizada pela mistura de maltes claros, escuros, caramelo e trigo. A ideia foi reproduzir um hábito comum nos restaurantes tchecos, misturar uma cerveja clara com uma escura e obter uma de coloração âmbar.


Cervejaria: Primátor
Origem: República Tcheca
ABV(%): 5,5
Estilo: Vienna Lager
Embalagem: Garrafa de 500 ml

É uma cerveja de coloração âmbar médio, com corpo translúcido. Seu creme de cor bege apresentou bela formação e persistência, com boa transição de renda no copo. 

No aroma, o malte remete a caramelo e tostado. O lúpulo é leve e herbal. O sabor acompanha o aroma, com equilíbrio entre dulçor e amargor moderados.  

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Corpo médio-baixo, carbonatação mediana e textura macia. Cerveja com alto drinkability. Boa cerveja!

Saúde!
Luiz Araújo

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Les Trois Mosquetaires Gose - Degustação nº 517


Quando se pensa em cervejas ácidas geralmente nos lembramos da Bélgica, certamente nunca associamos esse gosto básico as cervejas alemãs. Porém o estilo gose apesar de pouco conhecido é um exemplar tipicamente alemão que apresenta acidez evidente. Feita seguindo a receita tradicional da região alemã de Leipzig, a cervejaria canadense utilizou uma base de malte de trigo, trigo cru, aveia, sal e sementes de coentro além do processo de fermentação láctea. 

Cervejaria: Les Trois Mosquetaires
Origem: Canadá
ABV(%): 3,8
Estilo: Gose
Embalagem: Garrafa de 375 ml

Trata-se de uma cerveja de cor amarelo e turvo. Apresentou uma espuma de cor branca, com baixa formação e persistência, sem transição de renda no copo. 

No aroma malte remetendo a cereal. Lúpulo leve e herbal, além de notas de semente de coentro e especiarias. Álcool leve ao aproximar o copo do nariz. No sabor, o dulçor e amargor são leves e o destaque fica para o salgado e acidez moderados.

O retrogosto é médio, ácido e seco. Corpo baixo, textura macia e carbonatação pequena. A cerveja tem alto drinkability. Boa cerveja!

Luiz Araújo
Ein prosit!

Tormenta Hoppy Day - Degustação nº 516


A Tormenta é uma cerveja artesanal que chegou ao mercado no final de 2013 trazendo a Hoppy Day como primeiro rótulo, uma American IPA.

Cervejaria: Tormenta
Origem: Curitiba-PR (Brasil)
ABV(%): 7,0
Estilo: India Pale Ale (IPA)
Embalagem: Garrafa de 355 ml

É uma cerveja de coloração alaranjada, com corpo turvo. Seu creme de cor branca apresentou ótima formação e persistência, com uma excelente transição de renda no copo. 

O aroma é intenso e o malte remete a caramelo e leve tostado. Lúpulo intenso, perfumado, cítrico com notas de laranja e maracujá. Álcool bem inserido ao aproximar o copo do nariz. No sabor, leve dulçor e alto amargor.

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Corpo leve e rescência mediana. Cerveja com alto drinkability. Muito boa cerveja, com amargor assertivo!

Saúde!
Luiz Araújo

Primátor Premium 12º - Degustação nº 515


Uma original Pilsen tcheca, refrescante e saborosa, cada gole te deixa esperando pelo próximo. Fabricada com ingredientes de alta qualidade e um processo de maturação prolongada. Uma real referência à original arte de fabricação de cerveja, sendo apropriada para beber em todas as ocasiões.

Cervejaria: Primátor
Origem: República Tcheca
ABV(%): 5
Estilo: Bohemian Pilsener
Embalagem: Garrafa de 500 ml

É uma cerveja de coloração dourada e límpida. Sua espuma de cor branca apresentou boa formação e com pouca duração, com uma justa transição de renda no copo e ausência de partículas.

No aroma presença média de malte, pão, biscoito e cereais e lúpulo floral. No sabor o malte está presente de forma média, com dulçor moderado e leve amargor.

O retrogosto é médio, levemente amargo e seco. Bem refrescante, corpo leve e rescência mediana. Ótimo drinkability.

Bebamos!
Luiz Araújo 

Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha abre inscrições para Curso de Cerveja Artesanal


A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK-RJ), em parceria com o IL Piccolo Biergarten e o Portal do Cervejeiro, está com inscrições abertas, até o dia 16 de maio, para o Curso de Cerveja Artesanal para iniciantes. A aula acontece no dia 21 de maio, das 9h às 17h, com teoria e prática sobre produção de cervejas caseira dos mais diversos estilos, café da manhã e almoço com comida alemã, além de degustação e acesso a um aplicativo que oferece receitas de cervejas. Os interessados podem se inscrever através do site http://ahkbusiness.de/pt/agenda/eventos/. 

O curso faz parte das ações em comemoração aos 100 anos da instituição.

Sobre a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK-RJ)

A Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, conhecida como AHK-RJ, é uma instituição sem fins lucrativos que tem como objetivo servir de plataforma mediadora e viabilizadora de novos negócios entre empresários de ambos os países, através de ações estratégicas de relacionamento. A entidade foi fundada em 1916, faz parte da AHK Brasil e reúne 200 associados, entre empresas alemãs e brasileiras e áreas de atuação. 

CURSO DE CERVEJA ARTESANAL - AHK-RJ
Data: 21/05/2016
Horário: 9h às 17h
Inscrições: até 16/05/2016
Local: IL Piccolo Biergarten (Rua dos Inválidos, 135, centro)
Valores: R$365,00 para associados da AHK-RJ
R$410,00 para não associados da AHK-RJ
Mais informações: eventos1@ahk.com.br ou 2224 212

Fonte: RPM Comunicação

Lamas Brew Day: Dia Especial para Cervejeiros



Evento contará com diversas ações para os apaixonados pela bebida


No dia 7 de maio, sábado, entre 10h e 17h, todas as lojas Lamas Brew Shop organizarão uma festa para comemorar o Dia Internacional da Brassagem, uma data especial para os cervejeiros caseiros. 

Serão realizadas diversas atividades ligadas à cultura cervejeira na unidade de São Paulo, entre elas, brassagem aberta com a Grainfather, sistema que auxilia em uma fabricação mais prática e rápida; vendas de lanches do Meat's n' Beer, food truck itinerante especializado em lanches e cervejas; sorteio de diversos brindes; e venda de chopps e cervejas artesanais. Os produtores caseiros também poderão mandar sua cerveja para o concurso garantindo a inscrição no dia 09 de maio.

O evento ainda contará com a participação especial da Associação dos Cervejeiros Artesanais Paulistas (Acerva Paulista). Todos convidados poderão trazer as suas produções para compartilhar com os cervejeiros da região.

Para mais informações, entre em contato pelo e-mail sampa@lamasbrewshop.com.br ou pelo telefone (11) 2691-2467.

Fonte: ÔNIXPress

Freigeist Ottekolong - Degustação nº 514


A Ottekolong é uma rica e complexa Kölsch, uma interpretação um pouco mais lupulada da cerveja tradicional da região de Colônia, na Alemanha. A Kölsch é a especialidade da cidade, e são servidas em copos altos e estreitos de 200ml, chamados Stange. 

Cervejaria: Freigeist
Origem: Alemanha
ABV(%): 4,8
Estilo: Kölsch
Embalagem: Garrafa de 500 ml

É uma cerveja de coloração âmbar claro, levemente turva. Sua espuma de cor bege apresentou boa formação,  bem como persistência, com uma boa transição de renda no copo.

No aroma, notas de pão, cereais e mel. Lupulagem floral e com notas cítricas de laranja. Presença de ésteres frutados, com notas de frutas brancas. No sabor o malte confere dulçor moderado e o amargor um pouco mais intenso que o normal neste estilo. 

O retrogosto é amargo e seco. Corpo leve, rescência média e textura macia. Cerveja com ótimo drinkability. Uma boa versão do estilo!

Saúde!
Luiz Araújo


Tormenta Wit Bear - Degustação nº 513


Wit Bear é uma Witbier. Cerveja não filtrada, turva, que leva na receita trigo não maltado, aveia, cascas de laranja e sementes de coentro. Atenção: Cerveja belga produzida para o calor brasileiro. 

Cervejaria: Tormenta
Origem: Curitiba-PR (Brasil)
ABV(%): 5
IBU: 15
Estilo: Witbier
Embalagem: Garrafa de 355 ml

Cerveja de coloração amarelo-palha, corpo levemente turvo, com creme branco, raso e de curta duração, com boa transição de renda no copo.

No nariz aroma cítrico, casca de laranja, além da presença de semente de coentro. O sabor acompanha o aroma, com dulçor moderado e leve amargor.

Corpo leve e alta carbonatação conferem a esta cerveja ótima drinkabilidade. Bem refrescante e fiel ao estilo. Boa cerveja!

Um brinde!
Luiz Araújo

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Cervejas especiais para presentear no Dia das Mães


Produtos podem ser encontrados nas lojas da Mr. Beer em todo o Brasil


O Dia das Mães está chegando, e para ajudar na escolha do presente para essa pessoa tão especial, a Mr. Beer, pioneira e maior rede de cervejas especiais, sugere algumas opções elegantes e de qualidade para brindar esse grande dia.

Confira abaixo as sugestões disponíveis nas unidades Mr. Beer:

Du Bocq Blanche de Namur

A Blanche de Namur foi eleita como a melhor cerveja de trigo do mundo no International Beer Challenge 2014. A cerveja é refrescante e possui leve acidez, tem adições de cascas de laranja e sementes de coentro que proporcionam aromas e sabores cítricos e condimentados.

Du Bocq Gauloise Ambre

A Gauloise Ambree é caracterizada pela sua fragrância. Você vai encontrar uma paleta variada de sabores. A cerveja tem um aroma agradável de lúpulo e um ligeiro toque de alcaçuz.

Kit Primator Weizen 2 Cervejas Primator Weizen + 1 copo Weizen

A Primator Weizen é caracterizada pelo seu agradável aroma de cravo e especiarias, típico deste tipo de cerveja, com notas intensas de banana. Possui corpo médio e o amargor suave, característico do lúpulo Saaz. Uma espuma alta e a nebulosidade das leveduras criam um corpo turvo, amarelo e bem denso. Harmoniza muito bem com cozinha alemã, bacalhau, frutos do mar, sushi e sashimi.

Kit Batemans: 2 Cervejas Batemans + 1 copo Pint Batemans

É o presente certo para os apreciadores de uma boa e tradicional Ale. A inglesa Batemans Brewer, fundada em 1874, é uma das mais tradicionais da região e nunca teve suas atividades interrompidas até hoje. As 5 opções de rótulos que podem compor o Kit são: Mocha Beer (premiada no WBA), Combined Harvest (premiada no WBA), Dark Lord, Triple XB e Victory Ale.

Kit Hasen-Brau: 2 Cervejas Hasens + 1 caneca Hasen 

Típica cervejaria alemã, com mais de 500 anos de tradição, a Hasen-Bräu possui cervejas nos estilos Kellerbier, Helles, Weizenbier e Dortmunder Export. Todos os rótulos seguem a Lei de Pureza da Baviera (Reinheitsgebot).

Para mais informações acesse: www.mrbeercervejas.com.br.

Sobre a Mr. Beer
Fundada em 2009, em São Paulo, como um quiosque de cervejas especiais, a Mr. Beer teve rápido crescimento e atualmente é a maior rede franquias do segmento no país, com mais de 50 unidades espalhadas pelo Brasil. A Mr.Beer oferece mais de 150 rótulos de cervejas especiais, 100 deles importados com exclusividade para o país pela própria franqueadora. Além disso, são mais de 80 acessórios relacionados ao mundo cervejeiro e kits licenciados e comemorativos de diversas marcas. As lojas da rede são sinônimo de excelência em rótulos, atendimento personalizado e harmonização.

Fonte: Dezoito

Saison de Aviator - Degustação nº 512


A cervejaria Aviator foi fundada em 2008 na Carolina do Norte dentro de um Hangar, daí o nome Aviator. O sucesso foi tanto que em pouco mais de dois anos foi necessário a mudança de sede , onde a produção foi expandida e um restaurante foi construído em anexo. Produzida no estilo belga, essa saison possui adição de semente de coentro e rapas de casca de laranja. 

Cervejaria: Aviator Brewing Company
Origem: EUA
ABV(%): 6,5
Estilo: Saison
Embalagem: Lata de 355 ml

É uma cerveja de coloração âmbar médio e levemente turva. Sua espuma de cor branca apresentou média formação e persistência, com uma boa transição de renda no copo.

No aroma o malte remete a cereais e mel. Lúpulo herbal e cítrico. Notas de laranja, frutas amarelas e especiarias. O sabor apresenta dulçor moderado e amargor discreto. 

O final é duradouro, levemente amargo e seco. Corpo leve e carbonatação média. Boa cerveja, com alto drinkability!

Salute!
Luiz Araújo

Polpetone de ricota e catupiry à parmegiana é a aposta do Piazza Zini para o Dia das Mães

Polpetone de ricota e catupiry à parmegiana

O espaço gastronômico Piazza Zini, localizado no bairro do Limão, em São Paulo, desenvolveu um prato especial para comemorar o Dia das Mães: um polpetone de ricota e catupiry à parmegiana com nhoque ao molho pomodoro.

“O prato foi especialmente pensado para remeter a comida das típicas mammas italianas das décadas passadas. Por isso a escolha do nhoque de batata com o tradicional molho de tomate italiano e do polpetone recheado com catupiry e ricota para agregar ainda mais sabor e cremosidade ao prato”, explica a chef da casa Lucila Thomé.

O prato será exclusividade para o Dia das Mães e serve uma pessoa por R$ 32. As reservas podem ser feitas até as 13h da data.

No menu, há ainda opções como lasanha bolonhesa, spaghetti ou nhoque com molho à escolha (ao sugo, bolonhesa, branco, quatro queijos ou pesto de manjericão).

Sobre o restaurante:

Piazza Zini é um restaurante modelo criado e desenvolvido em 2008 pela indústria de alimentos italiana ZINI como forma de comprovar a qualidade e a praticidade dos seus produtos. Instalado dentro da unidade fabril de São Paulo, todos os pratos do restaurante são elaborados sob a supervisão da Chef Lucila Thomé e baseados na típica cozinha italiana.

Serviço: Piazza Zini
Rua Francisco Rodrigues Nunes, 131 – Bairro do Limão
Telefone: (11) 3931-7993.
Horário: de segunda a domingo das 11h às 16h e quinta a sábado das 18h às 23h.

Espaço Kids
Estacionamento interno gratuito pela Rua Manuel Pinto de Carvalho, 161 (vagas limitas) ou estacionamento conveniado ao lado do restaurante por R$ 5 a primeira hora e R$ 2 cada hora adicional


Fonte: RS Press

Les Trois Mousquetaires Berliner Weisse - Degustação nº 511


Integrante da série Hors, produtos de edições especiais, e produções que exploram estilos menos comuns, essa berliner weisse encontra-se disponível em apenas uma época determinada do ano. O estilo tradicional de Berlim consiste em cervejas de trigo ácidas e de fermentação láctea. A cultura alemã envolta desse estilo inclui consumi-la com xaropes de fruta para amenizar a acidez.


Cervejaria: Les Trois Mousquetaires
Origem: Canadá
ABV(%): 3
Estilo: Berliner Weisse
Embalagem: Garrafa de 375 ml

Trata-se de uma cerveja de amarelo palha e leve turbidez. Apresentou uma espuma de cor branca, de média duração e persistência idem, com uma justa transição de renda no copo. 

No aroma cereais e notas ácidas e lácticas. A presença do lúpulo é quase imperceptível. Sabor acompanha o aroma, com acidez se sobressaindo ao dulçor e amargor que são leves.

O retrogosto é persistente, ácido e seco. Corpo baixo, textura levemente frisante e carbonatação média. A cerveja tem alto drinkability. Muito boa e refrescante! 

Ein prosit!
Luiz Araújo 

Spaten Optimator - Degustação nº 510


Como uma tradicional cerveja alemã, a Spaten Optimator segue a 'Lei da Pureza da Cerveja' — criada pelo Duke Wilhelm IV da Baviera, em 1516 — segundo a qual uma cerveja só pode ser produzida com água, malte e lúpulo. A cor escura e o teor alcoólico elevado são características importantes desta Doppelbock.

Cervejaria: Spaten
Origem: Alemanha
ABV(%): 7,6
Estilo: Doppelbock
Embalagem: Garrafa de 355 ml

Cerveja de coloração castanho escuro, com tons rubi contra a luz, opaca, com espuma bege de ótima formação, cremosa, persistente e com boa transição de renda no copo.

No nariz, intenso aroma de caramelo, toffe e tostado. Senti ainda notas lembrando frutas secas e ameixa seca. O sabor acompanha o aroma, com dulçor moderado, além de leve amargor. Álcool bem inserido no conjunto.

Cerveja com corpo médio, média carbonatação e textura quase aveludada. Aftertaste duradouro e adocicado. Cerveja com média drinkabilidade. Boa cerva!

Prosit!
Luiz Araújo

Choperia São Paulo promove Ação Especial de Dia das Mães

Choperia São Paulo


Evento contará com atividades para as crianças e cardápio especial

​​​

A Choperia São Paulo comemorará o Dia das Mães, dia 08 de maio, com atividades especiais para as crianças - com decoração de vasos de barro e plantio de flores -, e um cardápio especial, com entrada, prato principal e sobremesa.

As opções de entradas são: Mix de Verdes com Vinagrete de Frutas Vermelhas e Granola Salgada ou Kibe de Abobora Recheada de Ricota Defumada com Tahine de Amendoim. Os pratos principais poderão ser escolhidos entre Peixe ao Limone com Risoto de Alho Poró ou Nhoque de Batata com Ragu de Rabada e Pesto de Agrião. Como sobremesa, Brigadeiro com Castanhas ou Mousse de Maracujá.

O preço por pessoa é de R$ 55. O almoço será servido das 12h às 16h e as reservas podem ser feitas por meio dos números: (11) 3360-5101- (11) 3062-1404.

Serviço:
Local: Choperia São Paulo
Endereço: Rua dos Pinheiros, 315, Pinheiros – São Paulo

Sobre a Choperia
A Choperia São Paulo é a única casa especializada em produtos locais, criados e produzidos em território paulista. As cervejas são mantidas em barris em uma câmara fria especialmente planejada, com três níveis de temperatura nas torneiras, com a menor distância entre barril e torneira garantindo a melhor experiência possível aos cervejeiros. Com dois ambientes, o piso superior conta com um bar de onde sairão algumas opções de drinks. No piso inferior, as torneiras localizadas estrategicamente em frente à câmara fria servirão 20 tipos de chopes, em três temperaturas diferentes e adequadas aos estilos servidos, com o melhor da cena cervejeira paulista. Tudo feito para que o público conheça a cerveja local com o máximo de frescor e com toda a sua diversidade e qualidade. ​​

Fonte: ÔNIXPress

Baden Baden Chocolate - Degustação nº 509


Fundada em 1999 em Campos do Jordão, sua inspiração são as cervejas inglesas de tradição e renome. A Baden Badenjá conquistou diversos prêmios, inclusive o European Beer Star. 

Cervejaria: Baden Baden

País: Campos de Jordão-SP (Brasil)
ABV(%): 6
Estilo: Specialty Beer
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração castanho escuro e opaca. Sua espuma de cor bege apresentou ótima formação e duração, com uma boa transição de renda no copo. 

No aroma, o malte remete a chocolate, baunilha e tostado, sendo de forma intensa. O sabor acompanha o aroma, tendo amargor moderado conferido pela tosta do malte e leve dulçor.

O aftertaste é duradouro, com leve amargor e seco. Com corpo médio-baixo e rescência idem. Boa cerveja!

Bebamos!
Luiz Araújo

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Cerveja Therezópolis apresenta sua casa

A proposta visa consolidar a imagem da Vila St. Gallen como rota cervejeira, turística e gastronômica da Cerveja Therezópolis

video

A cerveja Therezópolis lança campanha para divulgar seu centro de experiência, gastronomia e lazer: a Vila St. Gallen, localizada na cidade serrana do Rio que dá nome à cerveja. A campanha, criada pela agência Only The Brave, será veiculada nos canais da Globosat (SporTV, GloboNews e GNT).

O filme institucional associa a cerveja Therezópolis com a casa da marca. O vídeo de 30" contextualiza o conceito "Se é especial, merece Therezópolis". O diretor de criação da Only The Brave, André Mota, acredita que a melhor forma de iniciar esse storytelling seja abrindo as portas da Vila St. Gallen. "No filme, os cervejeiros da marca, responsáveis pela criação das cervejas especiais e chopps artesanais, mostram um pouco do processo de produção e da história da Therezópolis", conta. 

De acordo com o diretor da cerveja Therezópolis, Mozart Rodrigues, a estratégia da empresa com o filme é consolidar a Vila St. Gallen como o centro de experiência da marca e transformá-lo em um dos principais destinos cervejeiros do Brasil. "As principais cervejas especiais do mundo abrem suas casas para seus fãs. Com a Therezópolis não poderia ser diferente. A Vila reúne tudo que um apreciador de cerveja valoriza e oferece um ambiente ideal para a celebração dos momentos especiais".

Disponível em: https://youtu.be/syrKhfAN2pQ

Ficha técnica

Título: A casa 
Cliente: Cerveja Therezópolis 
Aprovação/Cliente: Mozart Rodrigues, Eduarda Caetano, Erika Braga 
Agência: Only The Brave 
Diretor Geral de Criação: André Mota 
Criação: Rodrigo Minguez, Diogo Cunha 
Atendimento: Vinicius Oberg 
Planejamento: André Mota e Vinicius Oberg 
Produtora: mediaLAB
Dir. Geral/Prod. Executivo: Rodrigo Minguez
Diretor/Roteirista: Diogo Cunha
Dir. Fotografia: Anderson Capuano
Produtora: Ana Wuensche
Gaffer: Rodrigo Graf
Ass. Elétrica: Ricardo Tato
Montagem: Marcelo Howard Hossell
Pós-produção: Luciana Fintelmam
Cor: Beto Salvi
Designer: Gabriella Fiori
Locução: Ronaldo Tapajós

Fonte: RPM Comunicação

Evil Twin Fumaça - Degustação nº 508


A Evil Twin figura entre as 10 melhores cervejarias do mundo segundo o ratebeer é tocada por Jeppe Jarnit-Bjergsø, um dinamarquês que vive no Brooklyn, Estados Unidos e irmão gêmeo de Mikkel Borg, da cervejaria Mikkeller. . A Fumaça é uma surpreendente smoked lager, com sabores defumados traz à mente imagens de fogueiras e cowboys. Essa é uma interpretação deste velho e amado estilo de cerveja alemão - Rauchbier. Os sabores de uma Rauchbier provém da secagem do malte de cevada sobre uma chama aberta.

Cervajaria: Evil Twin
Origem: Dinamarca
ABV(%): 5
Estilo: Rauchbier
Embalagem: Garrafa de 310 ml

É uma cerveja de coloração âmbar claro e límpida. Sua espuma de cor branca apresentou ótima formação e persistência, com boa transição de renda no copo.

No aroma, o malte remete a caramelo, defumado e tostado. O lúpulo imperceptível. No sabor o malte remete a defumado, dulçor moderado e leve amargor. 

O aftertaste é duradouro, defumado com leve dulçor. O corpo é baixo e a carbonatação média. A cerveja tem bom drinkability, para quem curte o estilo. Muito boa!

Prost!
Luiz Araújo

Able: A Cerveja certa para cada Mãe


Para comemorar o almoço de domingo sommelier online traz a cerveja certa para cada paladar


As mães merecem um brinde! Uma comemoração em grande estilo e cheia de sabor pelo amor incondicional dedicado a vida toda. O Able, aplicativo mobile criado para ampliar a experiência do consumidor de cervejas artesanais​,​ pode deixar o dia ainda mais especial. Por meio de um sistema inteligente interativo de fácil navegação, a ferramenta sugere os rótulos perfeitos para o paladar de cada cada mãe.

Para que essa experiencia aconteça​,​ os filhos devem baixar o aplicativo - disponível para os sistemas operacionais Android e iOS -, e no momento do cadastro deixar a mãe responder a um questionário, que servirá de base para a definição das características dos estilos que melhor se enquadram ao paladar da homenageada do dia. Além disso, também são consideradas condições climáticas do local onde está sendo feita a análise. 

Após a consulta, é possível comprar os rótulos sugeridos diretamente pelo aplicativo. Os produtos serão entregues gelados no endereço solicitado em alguns minutos. As mães devem avaliar as cervejas degustadas e estabelece uma pontuação de 1 a 5, processo que possibilitará ao sistema aperfeiçoar as futuras indicações. "Com a analise de perfil do paladar de cada mãe não tem como errar na sugestão da cerveja que será servida no almoço de domingo. Além de chegar geladinha será uma experiencia incrível", afirma Francisco Silva Neto, criador do aplicativo.

Presente diferente e personalizado. O aplicativo foi desenvolvido em Boston, nos Estados Unidos, na empresa United Beverages of America LLC. Mais informações sobre o sistema operacional do Able estão disponíveis no site: http://able.cool/sobre/

Fonte: ÔNIXPress

Evil Twin Indian Summer Pale Ale - Degustação nº 507


A Evil Twin é uma cervejaria cigana originaria da Dinamarca. Foi fundada em 2010 por Jeppe Jarnit-Bjergsø, que hoje vive no Brooklyn e exporta suas cervejas para mais de 20 países. A cervejaria é atualmente uma das referências quando o assunto é o movimento de cervejeiros ciganos. O nome da cerveja faz referência a um fenômeno natural altamente atraente. No hemisfério norte, o “Indian Summer”, um fenômeno altamente atraente, é quando o inesperado clima quente ocorre, entre o final de setembro até meados de novembro. E essa cerveja é ideal para as temperaturas mais altas.

Cervejaria: Evil Twin Brewing
Origem: Dinamarca
ABV(%): 5
Estilo: Session IPA
Embalagem: Garrafa de 310 ml

É uma cerveja de coloração âmbar claro, com leve turbidez. Sua espuma de cor marfim, apresentou ótima fomação e cremosidade, persistência, deixando ainda um excelente belgian lace no copo. 

No aroma médio, o malte remete a caramelo e leve tostado. O lúpulo está presente de forma intensa, sendo herbal, cítrico, com notas de maracujá. No sabor há um leve dulçor e amargor intenso.

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Corpo leve, rescência alta e textura macia. Cerveja com ótimo drinkability. Cerveja muito boa!

Bebamos!
Luiz Araújo 

St. Bernardus Tripel - Degustação nº 506


St. Bernardus Tripel é uma cerveja de tradição trapista, produzida para abadia. Uma autêntica tripel de uma das maiores cervejarias da Bélgica. 

Cervejaria: Brouwerij St. Bernardus NV
Origem: Watou (Bélgica)
ABV(%): 8
Estilo: Belgian Tripel
Embalagem: Garrafa de 330 ml

É uma cerveja de coloração dourada, com corpo turvo. Sua espuma de cor de branca apresentou média formação, sendo cremosa e persistente, com uma boa transição de renda no copo. 

No nariz malte remetendo a cereal, mel e pão. Aroma frutado com notas de damasco, pêssego,  laranja e especiarias. A percepção do álcool é média. Presença de ésteres frutados e cítricos. No sabor o dulçor é moderado seguido de levíssimo amargor.

O retrogosto é duradouro e levemente adocicado. Corpo médio-baixo e carbonatação mediana. A cerveja tem bom drinkability apesar da graduação alcoólica. Ótima cerveja!

Santeie peye!
Luiz Araújo

Colorado Vixnu - Degustação nº 505


Vixnu, além de ser o nome de uma das principias divindades hindus, é também o nome desta deliciosa variação da receita India Pale Ale. A mistura de lúpulos americanos com o toque especial da rapadura conferem a essa cerveja um delicioso equilíbrio entre o sabor do malte e as notas do lúpulo.

Cervejaria: Colorado
Origem: Ribeirão Preto-SP (Brasil)
ABV(%): 9,5
IBUs: 75
Estilo: Imperial / Double IPA
Embalagem: Garrafa de 310 ml

Apresentou coloração acobreada, com corpo límpido. Sua espuma média de cor bege apresentou boa formação com duração persistente e excelente belgian lace.

No aroma, o malte remete a caramelo, açúcar mascavo e tostado, de forma intensa. O lúpulo está presente de forma marcante e é bastante cítrico, perfumado, com notas de maracujá. O álcool é perceptível, mas não compromete o conjunto. No sabor o amargor é assertivo, porém muito bem colocado. Uma boa dose de malte combinado com a rapadura amenizam o intenso amargor. 

O retrogosto é longo, amargo e seco. Tem médio corpo e rescência idem. Apesar do alto teor alcoólico a cerveja possui bom drinkability. Saborosa!

Cheers!
Luiz Araújo

Brasserie de Saint Sylvestre Gavroche - Degustação nº 504


A Gavroche é uma cerveja de 1997, um exemplar de guarda que possui um belo equilíbrio entre malte e lúpulo. O nome do rótulo se refere a um garoto generoso e rebelde do conto "Os Miseráveis", de Victor Hugo.

Cervejaria: Brasserie de Saint Sylvestre
Origem: França
ABV(%): 8,5
Estilo: Bièrre de Garde
Embalagem: Garrafa de 330 ml

É uma cerveja de coloração castanha e límpida. Sua espuma de cor bege apresentou ótima formação e presistência, com uma excelente transição de renda no copo.

No nariz aroma intenso, malte remetendo a caramelo e leve tostado. Aroma frutado, sendo percebida a presença de ameixa e frutas escuras. Lúpulo discreto e herbal. Os 8,5 % ABV estão perceptíveis, mas sem exagero, conferindo médio aquecimento na garganta. No sabor um dulçor moderado e leve amargor. 

O retrogosto é duradoudo, levemente amargo e seco. O corpo médio, textura quase oleosa e média carbonatação. A cerveja tem médio drinkability. Boa cerveja e complexa a medida que vai esquentando!

Santeie peye!
Luiz Araújo

North Coast Le Merle - Degustação nº 503


A cerveja artesanal californiana North Coast Le Merle, do estilo belga Saison, ou Farmhouse Ale nos EUA, é uma Ale rústica, inspirada nas tradições cervejeiras da região de Flandres. Lúpulo em abundância e levedura belga criam aromas exóticos de frutas tropicais. A imagem do melro traduz este sutil e sofisticado estilo descrito por Michael Jackson e ainda homenageia Merle, esposa do Mestre Cervejeiro! 

Cervejaria: North Coast Brewing Co.
Origem: EUA
ABV(%): 7,9
Estilo: Saison
Embalagem: Garrafa de 355 ml

É uma cerveja de coloração âmbar e levemente turva. Sua espuma de cor bege apresentou pequena formação e baixa persistência, com uma boa transição de renda no copo.

No aroma o malte remete a cereais e mel. Lúpulo herbal e cítrico, com notas de laranja, lima, além de leve picância. A levedura traz notas doces e condimentadas. O sabor apresenta dulçor moderado e leves amargor e acidez. Álcool muito bem inserido.

O final é duradouro, levemente amargo e seco. Corpo leve, carbonatação vívida e textura frisante. Muito boa cerveja, com alto drinkability!

Salute!
Luiz Araújo

Moa Pale Ale - Degustação nº 502


A cerveja artesanal Moa Pale Ale é uma versão neozelandesa do popular estilo norte americano APA (American Pale Ale) com os famosos lúpulos da região de Nelson: Cascade e Sauvin. 

Cervejaria: Moa
País: Nova Zelândia
ABV(%): 5
Estilo: American Pale Ale
Embalagem: Garrafa de 330 ml

É uma cerveja de coloração âmbar médio e corpo claro. Sua espuma de cor branca apresentou média formação e duração, além de excelente transição de renda no copo.

No aroma, o malte com média intensidade remete a caramelo, tostado e leve defumado. O lúpulo forneceu um caráter cítrico e floral a cerveja, que apresentou também notas de maracujá. O sabor acompanha o aroma com leve dulçor e amargor moderado. 

O final é duradouro, amargo e seco. A cerveja tem corpo leve e boa carbonatação. Cerveja muito fácil de beber e bem gostosa. Boa APA!

Saúde!
Luiz Araújo

Moa Methode - Degustação nº 501


A cerveja artesanal Moa Methode é uma German Pilsner fabricada na Nova Zelândia com leveduras de champagne e lúpulos Pacífica e Motueka. Pode ser servida com ou sem o sedimento do fundo da garrafa, que deixa um paladar forte de fermento se for para o copo. 

Cervejaria: Moa
País: Nova Zelândia
ABV(%): 5
Estilo: Pilsener
Embalagem: Garrafa de 330 ml

É uma cerveja de coloração amarela, com corpo levemente turvo. Sua espuma de cor branca, apresentou baixa formação, bem como em sua persistência. 

No aroma, o malte remete a mel e cereais. O lúpulo está presente e é herbal, cítrico, com notas de laranja. Aroma bastante complexo. No sabor leve dulçor e amargor moderado.

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Corpo leve, textura macia e rescência mediana. Cerveja com ótimo drinkability. Muito boa!

Salute!
Luiz Araújo 

Opa Bier Pilsen - Degustação nº 500


O pioneirismo da Opa Bier fica em evidência com esse lançamento. É a primeira cerveja envasada em garrafa de alumínio em território nacional. Na versão de 500ml, preserva todo o sabor da Pilsen Puro Malte com um toque de ousadia. Seu rótulo estampa o resgate à invenção desse líquido precioso pelos Sumérios.

Cervejaria: Opa Bier
Origem: Joinville-SC (Brasil)
ABV(%): 4,6
Estilo: Premium American Lager
Embalagem: Garrafa de 500 ml

É uma cerveja de coloração dourada, com corpo límpido. Sua espuma de cor branca apresentou média formação e baixa persistência. 

No aroma, leve presença de malte e toque de cereais, mel e panificação. O lúpulo é leve e floral. No sabor, o dulçor do malte se sobressai ao leve amargor.  

O aftertaste é médio e levemente amargo. Corpo leve, textura sedosa e rescência mediana. Cerveja com alto drinkability e bem refrescante.

Um brinde!
Luiz Araújo

Mikkeller Imperial IPA Amarillo - Degustação nº 499


Uma potente imperial india pale ale elaborada com Amarillo, um lúpulo americano muito popular - o fato de ele estar isolado facilita a identificação das suas características. 

Cervejaria: Mikkeller
Origem: Dinamarca
ABV(%): 8,9Estilo: Imperial IPA
Embalagem: Garrafa de 330 ml

Apresentou coloração cobre, com corpo turvo. Sua espuma de cor bege apresentou boa formação com duração persistente e excelente belgian lace.

No aroma, o malte remete a caramelode forma intensa. O lúpulo está presente de forma marcante e é bastante cítrico, perfumado, com notas florais, de pinho e laranja. O álcool é perceptível. No sabor, uma boa dose de malte atenua a intensidade do amargor. 

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Tem médio corpo, textura quase oleosa e rescência mediana. Possui médio drinkability. Muito boa cerveja! Intensa e com amargor assertivo.

Cheers!
Luiz Araújo

Duvel Tripel Hop 2015 - Degustação nº 498


A Duvel Tripel Hop é uma versão mais lupulada e alcoólica da tradicional cerveja Duvel. O resultado é uma cerveja forte e marcante, muito aromática e complexa. A versão 2015 apresenta os lúpulos Saaz Saaz & Styrian Golding e com dry-hopping do lúpulo Equinox.

Cervejaria: Brouwerij Moortgat
Origem: Bélgica
ABV(%): 9,5
Estilo: Belgian Golden Strong Ale
Embalagem: Garrafa de 330 ml

É uma cerveja de coloração amarela, com corpo claro e borbulhante. Sua espuma cremosa de cor de branca apresentou ótima formação, parecendo claras em neve, sendo persistente, com uma excelente transição de renda no copo.

No nariz malte remetendo a um leve toque de cereal e mel. O lúpulo é cítrico. Presença de ésteres cítricos, com notas de laranja e limão. Álcool perceptível, mas não atrapalha o conjunto. No sabor, início doce, sendo sobrepujado logo em seguida pelo amargor.

O aftertaste é duradouro, amargo e seco. O corpo é médio-baixo, carbonatação alta e textura frisante. Cerveja com bom drinkability apesar dos potentes 9,5% de teor alcoólico. Muito boa, intensa com amargor assertivo.

Santeie peye!
Luiz Araújo


terça-feira, 26 de abril de 2016

Cervejaria Nacional enche suas torneiras com a sazonal O Sour é Pop

Receita da nova Hop Session Sour foi criada em parceria com Cervejaria Dogma



No dia 2 de maio, a fábrica-bar Cervejaria Nacional abastece suas torneiras com a nova sazonal O Sour é Pop, criada em parceria com a Cervejaria Dogma. Desenvolvida pelo mestre cervejeiro da casa, Guilherme Hoffmann, e os cervejeiros Leonardo Satt, Bruno Moreno e Luciano Silva, da Dogma, é uma Hop Session Sour extremamente refrescante e de lupulagem intensa.

A sazonal foi feita com a técnica chamada Kettle Souring, que consiste na inoculação do mosto com bactérias láticas para que o líquido se torne mais ácido. Na adição do lúpulo foram selecionadas variedades americanas, incluindo Amarillo, Crystal, Citra, Willamette e Cascade, e a generosidade na quantidade desses ingredientes combina com a acidez da cerveja, trazendo uma experiência única ao paladar.

O Sour é Pop é a oitava sazonal lançada pela Cervejaria Nacional só neste ano. Tem cor amarelo palha, grau alcoólico de 3,8% e 30 IBU, com 400 litros produzidos que são servidos até acabarem. A degustação pode ser feita em pints de 330 ml (R$ 17) e 570 ml (R$ 25), e haverá sistema double na noite de lançamento até as 22h.

Sobre a Cervejaria Nacional
Pioneira no segmento de microcervejarias que se espalhou pela cidade nos últimos anos, a Cervejaria Nacional foi a primeira fábrica-bar de São Paulo. Aberta em 2011 no efervescente bairro de Pinheiros, conta com a fábrica visível aos olhos dos clientes e ali, em enormes panelas de cozimento e tanques de fermentação, mantém toda a produção que abastece o endereço. Nas torneiras, oferece regularmente seus cinco rótulos já consagrados, como a Mula IPA e a Kurupira Ale, ao lado de receitas sazonais que surgem em ritmo acelerado, com média de duas novidades por mês, mostrando a inquietude e a curiosidade que movem a equipe. O brew pub se destaca pela qualidade na produção, o respeito pelo produto e o atendimento ao cliente. A constante busca pela excelência e pela renovação é reconhecida nos inúmeros prêmios conquistados: em 2015, foi escolhida pelos leitores o melhor lugar para tomar chope na Veja Comer & Beber; conquistou, pelo 2º ano consecutivo, o Certificado de Excelência pelo Trip Advisor e o mestre cervejeiro da casa, Guilherme Hoffmann, ficou entre os finalistas da categoria “Mestre Cervejeiro” do prêmio Prazeres da Mesa/Cacau Show; em 2014, a casa ficou entre as 30 melhores cervejas produzidas ou servidas no Brasil, eleitos pela revista Forbes.

Serviço:
Cervejaria Nacional
Endereço: Av. Pedroso de Morais, 604, Pinheiros
Telefone: 11 4305-9368
Telefone para reservas: 11 3034-4318
Horário de funcionamento: segunda a quarta-feira, das 17h a 0h, quinta a sábado, das 12h a 0h e domingos, das 13h às 21h 

Fonte: Anexo Comunicação

1906 Reserva Especial - Degustação nº 497


A 1906 Reserva Especial é o carro-chefe de sua fabricante Estrella Galicia. Essa Vienna Lager, conquistou a medalha de bronze no International Beer Challenge 2009.

Cervejaria: Estrella Galícia (Hijos de Rivera)
Origem: La Coruña (Espanha)
ABV(%): 6,5
Estilo: Vienna Lager
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração âmbar claro, com corpo límpido. Seu creme de cor bege apresentou ótima formação com média persistência e excelente transição de renda no copo. 

No aroma, o malte remete a caramelo, biscoito, pão e tostado. O lúpulo está presente de forma leve, sendo floral. Álcool bem inserido. O sabor acompanha o aroma, com o dulçor se sobrepondo ao leve amargor.  

O retrogosto é duradouro, levemente amargo e seco. Corpo baixo, carbonatação mediana e textura macia. Cerveja com alto drinkability.

Saúde!
Luiz Araújo

Way Irish Red Ale - Degustação nº 496


Uma Red Ale é feita com maltes caramelizados Melanoidina, Carared, Crystal 60, Crystal 120 e o malte torrado Chocolate. Juntos incorporam uma cor avermelhada. Leva lúpulos americanos e água com sais. Não há um consenso sobre o motivo original da cor avermelhada das Red Ales, mas hoje isso se dá pela utilização de maltes caramelizados e tostados. 

Cervejaria: Way
Origem: Curitiba-PR (Brasil)
ABV(%): 5,8
Estilo: Irish Red Ale
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração avermelhada e límpida. Sua espuma de cor bege apresentou média formação e boa persistência, com uma boa transição de renda no copo.

No aroma, o malte remete a biscoito, caramelo, toffe e tostado. O lúpulo está presente de forma leve e é herbal. A percepção alcoólica é leve. O sabor acompanha o aroma, com dulçor médio e leve amargor.

O aftertaste é duradouro, levemente amargo e seco. Corpo leve, pequena rescência e textura macia. Cerveja com alto drinkability. Bem saborosa!

Saúde!
Luiz Araújo

Sawamura vence o 3º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cerveja

Rodrigo Sawamura, entre Kathia Zanatta, Alfredo Ferreira e Estácio Rodrigues, do Instituto da Cerveja (Foto: Divulgação)

Confira a colocação dos outros quatro finalistas da competição

O vencedor do 3º Campeonato Brasileiro de Sommelier de Cerveja é Rodrigo Sawamura. O resultado foi anunciado no início da tarde deste domingo, 24, peloInstituto da Cerveja Brasil, organizador da competição.

Os demais participantes da final, disputada em São Paulo, ficaram na seguintes colocação:
2º lugar: Jaimes Almeida
3º lugar: Elias Tofannetto
4º lugar: Marco Mammoli
5º lugar: Pedro Seriguello

O primeiro lugar, Sawamura, já havia se destacado no Mundial disputado no Brasil em 2015, quando conquistou o quarto lugar.

Fonte: Revista Beer Art