Ninkasi, a Deusa da Cerveja

Ninkasi é a antiga deusa sumeriana da cerveja, que transformou uma mistura de água e cevada em um líquido dourado, conhecido hoje como cerveja.

Era uma deusa muito popular que fornecia cerveja aos deuses. Ela era considerada a própria personificação da cerveja.

Receba as postagens do Ninkasi Beer Club no seu e-mail!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

My Growler lança o Growlucho, seu novo growler de 1 litro


Sempre em busca de novidades, a My Growler está trazendo mais uma novidade para o mercado brasileiro da cerveja.

A bola da vez é o Growlucho, o novo modelo de growler de 1 litro. Ele possui 18,5cm de altura e 12cm de diâmetro, e foi batizado carinhosamente com este nome pela "barriga" que seu formato carrega. Assim como os modelos anteriores lançados pela marca, este também possui a prática tampa de rosca com vedação.

A My Growler traz com suas unidades de 1 litro para suprir novos hábitos de consumo. Além de entregar a praticidade para uma fatia de consumidores que aumenta cada vez mais, agora a estética também ganhou seu espaço. "Hoje as pessoas buscam novas ideias de produtos para consumirem ou presentearem alguém, e uma novidade com apelo estético sempre ganha destaque na hora da decisão", diz Rodrigo Fernandes, CEO da marca.

O Growlucho foi pré-lançado no último Ceva no Total - o maior evento de cerveja artesanal a céu aberto do Rio Grande do Sul. Fazendo o papel de vasilhame de armazenamento e transporte da cerveja para o concurso de avaliação de cerveja do evento, ele fez sucesso com o público presente que via os simpáticos growlers transitarem pela multidão.

Como lançamento especial, o produto já está em pré-venda com o preço promocional de R$9,90 + itens opcionais (serigrafia, tampa e manual). Para maiores informações: contato@mygrowler.com.br.

FICHA TÉCNICA
Growlucho
Material: vidro âmbar
Capacidade: 1 litro
Altura: 18,5cm
Diâmetro: 12cm
fechamento: tampa rosca

Lançamento segundo rótudo Projeto Wanted Bastards Brewery


A Bastards Brewery lança este sábado (23/09) o segundo rótulo do projeto Wanted. O projeto recebe amostras de cervejas produzidas por cervejeiros caseiros de todo o Brasil. Cada amostra é avaliada, e a que mais agradar o paladar dos bastardos é a grande escolhida. O cervejeiro terá um lote completo produzido na fábrica.

A escolhida da vez é uma Berliner Weisse com jabuticaba (ABV 3,8% IBU 6), receita do José Luiz Claudino da Kuribrew. Essa sour tem uma cor nada convencional, um rosa claro proveniente da polpa de jabuticaba e uma turbidez bem bastarda.

O lançamento acontecerá em 9 bares de Curitiba, 1 em Ponta Grossa e 1 em Londrina:
- Nação Bretta (Londrina);

Se liga que está por vir nova edição do Projeto Wanted. Leia o regulamento em nosso site e aguarde: http://bit.ly/RegulamentoWanted

Espaço Menezes realiza sétima edição da Feijoada da Tia Surica


Sábado é dia de feijoada e roda de samba no Centro do Rio. O Espaço Menezes, parceria entre os restaurantes Empório Colonial, Bistrô, Arabian Way e Bizú, localizados no Menezes Cortes, na Avenida Erasmo Braga, realiza mais uma edição da Feijoada da Tia Surica, no dia 30 de setembro. Acompanhada pelo grupo Os Amigos da Portela, que promete muita música boa, Tia Surica recebe os fãs e apreciadores de um dos mais tradicionais pratos da culinária brasileira.

A feijoada para quase 500 pessoas é preparada pela própria baluarte da Portela e é uma homenagem a Tia Vicentina, inspiração de Paulinho da Viola no samba Pagode do Vavá. O primeiro lote do ingresso antecipado custa R$30 e pode ser adquirido pela página do Espaço Menezes.

Serviço
Feijoada da Tia Surica com Os Amigos da Portela
Data: 30 de setembro de 2017
Horário: 12h às 22h
Local: Avenida Erasmo Braga, 278, Centro, Rio de Janeiro – RJ

Ingressos à venda através da página do Espaço Menezes:

1º Lote: Feijoada + Duas Rodas de Samba + Entrada = R$ 30,00
2º Lote (do dia 20/08 até 25/08): Feijoada + Duas Rodas de Samba + Entrada = R$ 35,00
No dia do evento: Feijoada + Duas Rodas de Samba + Entrada = R$ 40,00

Fonte: Tratto Comunicação

​​Catharina Sour conquista adeptos, recebe prêmios e é tema de concursos no Brasil

Cerveja ácida, baseada na Berliner Weisse e com adição de frutas, ganha espaço nas cervejarias e entre os caseiros. Imagem Divulgação

No fim de 2015, quando as cervejarias catarinenses começaram a produzir rótulos baseados na Berliner Weisse, com adição de frutas, sem saber iniciaram um movimento que ganha força e adeptos no Brasil. Nomeado de Catharina Sour, em homenagem ao pioneirismo do estado na produção das artesanais no país, o estilo cresce no interesse de consumidores, cervejarias e caseiros.

O mundo também se rende ao estilo. A Lohn Bier, por exemplo, acaba de conquistar duas medalhas no World Beer Awards 2017 com a sua linha: ouro com a Catharina Sour Uva Goethe e prata com a Bergamota. Como a Catharina Sour ainda não é catalogada pelos guias oficias de estilo, elas entraram na categoria Flavoured Fruit and Vegetable.

Os concursos nacionais para cervejeiros caseiros estão de olho nesta tendência. A Cervejaria Bier Vila, conhecida casa cervejeira de Blumenau (SC), está com inscrições abertas para o 2º Concurso de Cervejeiros Caseiros e escolheu a Catharina Sour como tema. “Indo contra a maré de copiar receitas criadas por cervejeiros norte americanos e de outras nacionalidades, nós acreditamos que é possível que tenhamos uma personalidade própria com o que temos disponível no Brasil”, comenta Yuri Santos, sommelier do restaurante.

Ele, que é o responsável pela organização das normativas do guia, salienta que as vagas são limitadas e as inscrições vão até o dia 30 de setembro e todas as informações estão disponíveis em www.biervila.com.br/concurso. A iniciativa é apoiada pela Associação das Cervejarias Artesanais de Santa Catarina (Acasc) e pela Associação dos Cervejeiros Caseiros de Santa Catarina (AcervA Catarinense).

Características
De acordo com a catalogação, “a Catharina Sour é uma ale de trigo leve e refrescante, de teor alcoólico médio e amargor imperceptível. Acidez assertiva com destaque no aroma e sabor da fruta que deve ser adicionada, e pode ser complementada por especiarias”.

A graduação alcoólica varia de 4% a 5,5% e o amargor vai de 2 IBUs a 8 IBUs.​

Fonte: Melz Assessoria

ABS-RS e Petronius Beverages desvendam o mundo da cerveja na Serra Gaúcha

Masterclass com Emílio Kunz Neto acontece nos dias 28 de setembro, em Caxias do Sul, e 31 de outubro no Spa do Vinho, em Bento Gonçalves. Foto: Petronius Beverages - Divulgação

A cerveja artesanal caiu no gosto dos apreciadores da bebida e hoje o Rio Grande do Sul é considerado um dos principais estados produtores. Dados da Associação dos Cervejeiros Artesanais do RS (Acerva) apontam que 270 cervejeiros fabricam a sua própria bebida, já a Associação Gaúcha de Microcervejarias (AGM) estima que mais de 100 cervejarias artesanais estão em atividade em solo gaúcho.

Atenta a essa tendência, a secção gaúcha da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS-RS) promove, em parceria com a Petronius Beverages, uma masterclass sobre o mundo da cerveja. Conduzida pelo mestre cervejeiro e diretor da Petronius, Emílio Kunz Neto, a masterclass abordará diferentes sabores e aromas das cervejas. Na Serra Gaúcha, os interessados terão a oportunidade de participar da atividade no dia 28 de setembro, em Caxias do Sul, ou no dia 31 de outubro, no Spa do Vinho, em Bento Gonçalves.

A masterclass foi desenvolvida para apaixonados pela bebida, que poderão se aprofundar em sabores, aromas e off flavors (defeitos) dos principais estilos de cerveja, com degustação dos insumos que a caracterizam, como maltes, lúpulos e especiarias, além de suas sinergias. Ao todo, será possível degustar um total de sete estilos de cervejas, além de conhecer um pouco da história da origem de cada um desses estilos. “Essa parceria com a Petronius Beverages demonstra que a ABS-RS está sempre antenada às tendências do mundo das bebidas”, esclarece a presidente da associação, Andreia Gentilini Milan.

Masterclass sobre identificação de sabores e aromas nas cervejas

Em Caxias do Sul, dia 28 de setembro, às 20h
Local: Casa do Comendador - R. Cel. Flôres, 810, São Pelegrino
Investimento:
Público geral: R$ 190,00
Links de inscrição: https://pag.ae/bmnXDbd
Sócios ABS-RS: R$ 30,00
Links de inscrição: https://pag.ae/bbnXC3k

Em Bento Gonçalves, dia 31 de outubro, às 20h
Local: Hotel e Spa do Vinho - ROD RS 444 - KM 21 , Vale dos Vinhedos
Investimento:
Público geral: R$ 190,00
Links de inscrição: https://pag.ae/bdnYqCt
Sócios ABS-RS: R$ 30,00
Links de inscrição: https://pag.ae/bhnYqwk

Outras informações:
54 99972 0130

Fonte: .DOC Assessoria de Comunicação

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Soul Botequim apresenta o primeiro Soul Jazz Festival

O evento será gratuito e acontecerá no dia 30 de setembro

​Apaixonados pelo jazz: uni-vos! No dia 30 de setembro, o Soul Botequim promoverá nas ruas do bairro do Brooklin, na Zona Sul de São Paulo, o primeiro Soul Jazz Festival. O evento será gratuito e receberá bandas do estilo reconhecidas mundialmente.

Já estão confirmadas: a 60 Miles Jazz Trio - banda suíça com uma vasta trajetória de turnês mundiais de seus integrantes, trazendo uma exploração mais ousada do estilo e um repertório inspirado pelas rítmicas inovadoras surgidas nos últimos anos no jazz -; a Família Bonagente - conjunto que faz uma releitura de algumas jóias da origem do jazz & Blues -; e o Tigres Tristes - projeto de jazz manouche (também conhecido como gypsy jazz ou jazz cigano), idealizado por Flávio Nunes e Bruno Panichi, que celebra a existência desta vertente peculiar do estilo que sacudiu a boemia de Paris na década de 1930.

"Gosto da história romântica e de imaginar que o Jazz nasceu no fundo de uma pensão em New Orleans onde pessoas de diferentes etnias conversavam através da música, no jazz o músico interpreta sempre a música de forma peculiar, nunca executando a mesma composição exatamente da mesma forma mais de uma vez, é como aquela história do homem que entra no rio mas nem o rio nem ele são mais mesmos na segunda vez. nossas experiências nos moldam. É um pouco disto que vivemos e acreditamos no Soul " afirma Humberto Ribeiro, sócio responsável pelo Soul Botequim.

Na data, o boteco também terá um lançamento especial da premiada cervejaria brasileira Dádiva Two Bridges, uma Session Ipa com Maracujá, que remete a ligação entre a ponte Estaiada da capital paulista à ponte da baia de Sydney, Harbour Bridge. Diferente de todos os lançamentos, para mostrar que esporte e cerveja combinam, a proposta da cervejaria é correr, isso mesmo, uma corrida, com percurso de 5 ou 10 km, com saída do Soul Botequim até a ponte Estaiada. Quem participar da corrida ganhará uma camiseta e também uma cerveja Two Brigdes para refrescar. 

O público poderá desfrutar, ainda, das delícias do Na Brasa, parceria com Beef Passion que traz um saboroso churrasco na calçada com cortes especiais de Angus e Wagyu. É um dia imperdível.

Fonte: ÔNIXPress

​​Com 91 novos registros no 1º semestre, mercado das artesanais avança no Brasil e já tem 610 cervejarias

Dados foram divulgados pelo MAPA. Para especialistas, aproximação com o consumidor e melhora na competitividade das cervejarias pode ampliar esses números


O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) divulgou recentemente novos e importantes números do mercado das cervejarias artesanais no Brasil. De acordo com a entidade, até junho de 2017 eram 610 cervejarias nesta categoria no país responsáveis pela produção de 7,5 mil produtos diferentes. Só no primeiro semestre, 91 novos registros foram concedidos.

Geograficamente, as produtoras da bebida estão concentradas no Sul (42%) e no Sudeste (41%) do país. O menor índice está no Norte (3%). Entre os estados, o maior número de cervejarias está em São Paulo (122), seguido de Rio Grande do Sul (119) e Santa Catarina (72).

De acordo com Carlo Lapolli, presidente da Associação Brasileira das Cervejarias Artesanais (Abracerva), os dados são reflexo do momento do mercado. “O número de bares e restaurantes com cartas de cervejas e mais variedade de chopes, por exemplo, está crescendo diariamente. O consumidor, antes acostumado a beber apenas rótulos comerciais, está descobrindo que os sabores da bebida vão além disso. E investidores e apaixonados estão apostando nisso como um negócio rentável”, comenta.

Em relação aos índices, Lapolli destaca também que o número de cervejarias é diferente – e menor – do que a quantidade de marcas. “No nosso mercado é muito comum que as cervejarias iniciem como ciganas: uma forma de terceirização da produção. Isso faz com que o consumidor tenha ainda mais opções na hora de escolher”, diz.

O presidente da Abracerva aponta que, para sustentar o crescimento do setor, são necessárias condições igualitárias de competitividade com os grandes grupos cervejeiros (especialmente em relação à carga tributária) e mais conhecimento do consumidor. “Estamos trabalhando para ambos”, afirma.

A partir de janeiro de 2018, as cervejarias com faturamento inferior a R$ 4,8 milhões, poderão aderir ao Simples. O que é considerado pelos especialistas um pequeno passo do Governo Federal para incentivo a essa cadeia produtiva.

Sempre 1% do mercado?
Um dado que chama a atenção do público é em relação à representatividade das artesanais na produção total de cerveja no Brasil. Há muitos anos se fala em cerca de 1% do mercado e o crescimento no número de cervejarias dá a entender que a competitividade está crescendo e o consumo, não.

Carlo Bressiani, diretor da Escola Superior de Cerveja e Malte, única instituição de ensino superior na bebida na América Latina, diz que a interpretação está parcialmente incorreta. “Como mercado jovem e em implantação que é, o setor das cervejas artesanais ainda não tem dados consolidados que nos levem a uma afirmação como essa. Há muito tempo se fala em 1% como forma de arredondar, mas na nossa visão, esse índice já foi de 0,2% há alguns anos e hoje chega realmente próximo a 1%”, diz.

A justificativa para essa defesa está exatamente no boom do mercado nos últimos anos. “Não é possível que o número tenha se mantido estável partindo do pressuposto que houve um aumento muito grande no número de cervejarias e praticamente não existem notícias sobre cervejarias encerrando suas atividades. O que acontecia era, realmente, uma imprecisão nos dados que não nos permitia clareza. Hoje há. E 1% do terceiro maior mercado de cervejas do mundo é um montante que temos que comemorar, óbvio que há espaço para crescimento”, finaliza Bressiani. 

Sobre a Escola Superior de Cerveja e Malte
Com mais de 4,5 mil alunos formados em três anos de atuação, a Escola Superior de Cerveja é Malte é a primeira e única instituição de ensino superior especializada na bebida da América Latina. É parceira da alemã Doemens Academy, uma das mais respeitas entidades do mundo.

São cerca de 90 cursos diferentes, em mais de 200 turmas já realizadas. Na sede, em Blumenau (SC), além das salas de aula estão disponíveis 8 laboratórios voltados para o ensino de cerveja. Parcerias com cervejarias da região garantem visitas técnicas e relacionamento com o mercado durante os cursos.

Fonte: Melz Assessoria

Lund Majestade - Lúpulo ganha exaltação majestosa em sazonal de Primavera Cerrar vista completa

Lote limitado de Majestade chega a Brasília e estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a partir do final deste mês de setembro, em chope e garrafas de 600 ml.

Primavera chegando, e com ela as flores da estação. O Lúpulo, essa flor majestosa que cresce de lianas vigorosas em direção ao sol, foi a escolhida pela Cervejaria Lund para ser exaltada na produção da sua primeira Imperial India Pale Ale.

No melhor estilo americano, a Lund Majestade (94 IBU / 9,5% ABV / 30 EBC) chega ao mercado com aroma fresco e carga máxima de amargor, oriundos de uma seleção especial de lúpulos combinados, em perfeita harmonia com o Cryo Hops que foi utilizado no Dry Hopping.

O novo rótulo é uma cerveja escura que traz aroma lupulado evidente e amargor soberano, um convite irresistível para acompanhar carnes de caça, pratos apimentados e queijos azuis.

De tiragem sazonal e lote limitado, a Lund Majestade será comercialização em chope e garrafas de 600 ml nos principais pontos de vendas especializados de Brasília e estados de São Paulo. Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, a partir do final deste mês de setembro.


Ao lado da Cream Ale Lund MidSommar (19,6 IBU / 4,7% ABV), lançada no Verão, da Dry Stout Lund Knock Knock (43,2 IBU / 4,3% ABV) de Outono e a English Barleywine Lund Holz (34,3 IBU / 9,95 ABV), fruto de uma parceria com a portuguesa Post Scriptum Brewery desenvolvida para o Inverno, a Lund Majestade vem fechar um ciclo de lançamentos sazonais criados pela cervejaria, com lançamento de um rótulo de edição limitada para cada estação do ano. O projeto foi trabalhado estrategicamente para incentivar a cultura cervejeira e difundir novos estilos dentre os apreciadores de cervejas especiais de todo o Brasil.

Fonte: Lead CO Press & Marketing

Boteco Colarinho recebe lançamento da Viper


Para fechar o mês com muita cerveja boa, o Boteco Colarinho, em Botafogo, recebe mais um lançamento no dia 28 de setembro. Trata-se da Golden Ale (R$ 14,90 - taça), primeiro rótulo da cervejaria Viper, leve, refrescante e fácil de beber, com notas e aroma de frutas cítricas, possui 4.5% de abv e 26 IBU e promete conquistar novos amantes para a cultura das cervejas artesanais.

A nova cervejaria carioca foi criada por um grupo de ex-alunos da PUC-Rio que nasceu com o empreendedorismo no sangue. A inspiração para criar a marca começou na faculdade, durante os eventos que organizavam com o tema empreendedorismo. A partir daí fizeram festivais como o primeiro Beer PUC, que apresentou as criações dos alunos e ex-alunos cervejeiros da universidade, e fundaram o bloco Filhos da PUC, que arrastou quase 20 mil foliões no último carnaval. A Viper nasceu com identidade forte e tem como principal bandeira a liberdade.

Serviço
Boteco Colarinho
Rua Nelson Mandela, nº 100, Lj. 127 – Botafogo | Tel: 2286-5889
Data: 28 de setembro, quinta-feira
Horário: Segunda: 17h – 1h e Terça a domingo: 12h à 1h

Fonte: Tratto Comunicação

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Chef do Hop Lab invade Prosa na Cozinha para aula harmonizada imperdível


Quem conhece a casa cervejeira Hop Lab, na Praça da Bandeira, sabe que o cardápio do lugar assinado pelo chef Pedro Wolff, não se contenta em ser apenas um coadjuvante e faz bonito. Por isso, o chef Pedro é o convidado do espaço culinário Prosa na Cozinha, no Jardim Botânico, para comandar uma superaula harmonizada, na segunda-feira, dia 25 de setembro.

Os pratos que serão ensinados e degustados no Prosa no Cozinha já são sucesso no bar: o pastel de rabada com agrião será a entrada da noite, acompanhado da cerveja O Motim Raízes. Para o prato principal a pedida é o Marreco com Bratkartoffeln (Magret de marreco grelhado com salada quente de batata e bacon) e a cerveja 3Cariocas Lapa. Encerrando a noite, Apfelstrudel (massa folhada artesanal em camadas de maçã e creme) harmonizado com a Jam Session Rock Stout, da cervejaria Three Monkeys. O investimento é de R$150 por pessoa para aula e degustação ao final.

Serviço
Pedro Wolff do Hop Lab no Prosa na Cozinha
Data: segunda-feira, 25 de setembro, de 20h às 23h
Rua Lopes Quintas, nº 147, Portão Azul - Jardim Botânico
Investimento: R$150 (mais taxa de 10%) por pessoa

Fonte: Tratto Comunicação

terça-feira, 19 de setembro de 2017

IPA Working Experience seleciona voluntários para o IPA Day Brasil!


(Foto: Divulgação)

A ideia do programa IPA Working Experience surgiu na edição do ano passado do IPA Day Brasil para garantir agilidade e qualidade no serviço dos chopes.

“Um dos maiores acertos da edição passada foi a criação do programa “IPA Working Experience”, quando trouxemos apaixonados por cultura cervejeira para o lado de trás do balcão. Esta galera literalmente suou a camisa para entregar cultura cervejeira a todos os participantes e fazer do festival um gigantesco sucesso.”. Comentou Rafa Moschetta, criador do IPA Day Brasil.

O projeto continua na edição de 2017 e conta com melhorias!

TODOS OS VOLUNTÁRIOS RECEBEM
- Material de treinamento sobre os rótulos disponíveis no evento
- Certificado de participação
- Camiseta do evento
- Alimentação no dia do evento
- Ajuda de custo de R$50,00
- Ingresso para o Mini IPA Day* dos voluntários dia 13/11 às 18h. 
*(Sem venda de ingressos e só para quem participar do programa. Um ingresso por voluntário.)

Os selecionados que já tiverem comprado ingresso para o evento deste ano, continuarão inseridos na mesma política de venda de ingressos e poderão fazer a transferência de titularidade com até 24 horas antes do evento.

SELEÇÃO DOS VOLUNTÁRIOS
1ª Fase - Prazo de inscrição.
18/09 à 01/10/17

2ª Fase - Envio de questionário para avaliar conhecimento/envolvimento com a cultura cervejeira.
04/10 à 05/10/17

3ª Fase - Anúncio dos selecionados.
11/10/17


SERVIÇO
IPA Day Brasil 2017
Data: 11/11/2017 (sábado)
Horário: 14h - 22h 
Endereço: Quintalinda Espaço Para Eventos
Rodovia Anhanguera Km 303 – Sul - Ribeirão Preto Ribeirão Preto, SP

#ipadaybrasil 
#ipaday2017 
#ipadaybrasil2017

SOBRE O IPA DAY BRASIL
Uma festa lupulada na essência. Muita música, comidas e o que existe de melhor em IPAs no Brasil em um só lugar!

Organizado por Rafael Moschetta e João Becker (Academia de Ideias Cervejeiras/Weird Barrel), o evento começou em 2012, no galpão da Cervejaria Colorado para 500 pessoas. Em 2013 foram 1000 pessoas (eleito em números como maior IPA Day do mundo). Em 2014 foram 2000 pessoas com a primeira aparição da Weird Barrel na festa. Em 2015 (3000 pessoas) e em 2016 (1800 pessoas), com a primeira edição do Concurso da Melhor IPA do Brasil e também o IPA Working Experience.

MAIS INFORMAÇÕES

IPA DAY BRASIL

Fonte: Beer Press

Mirtilo orgânico e sal marinho na nova receita da Cervejaria Dogma!

Felix Culpa
(Foto: Divulgação)


Sempre com a criatividade e ousadia em alta, a cervejaria Dogma apresenta seu novo rótulo, a Felix Culpa. A Felix Culpa chega na próxima semana nos pontos de venda em todo país.

A novidade é uma cerveja do estilo Gose, tradicionalmente alemão que ganhou visibilidade nos últimos anos em todo mundo e que além do sal marinho, ainda recebeu uma boa carga de mirtilos orgânicos em sua produção. Uma cerveja especial merece uma garrafa especial, de 750ml e rolhada.

Com uma acidez aparente, essa característica sensorial da Gose e outros estilos similares vem conquistando os mais diversos paladares.

DOGMA FELIX CULPA
A culpa feliz por usar um ingrediente tão nobre quanto o mirtilo para produzir uma cerveja. Nessa Gose, utilizamos sal marinho e uma grande quantidade de suco de mirtilos orgânicos, o resultado foi uma cerveja de cor intensa, levemente ácida e com aroma pujante de frutas vermelhas.

Felix Culpa
(Foto: Divulgação)

Nome da cerveja: Dogma Felix Culpa
Estilo: Gose com Mirtilo
ABV: 5,2%
IBU: --
Formato: Garrafa 750ml

SOBRE A DOGMA
É com uma grande união que as grandes ideias e conquistas surgem. Com essa filosofia nasceu a cervejaria Dogma. Uma junção de três cervejarias ciganas de São Paulo, a Serra de Três Pontas, a Noturna e a Prima Satt.

Bruno Moreno (Serra de Três Pontas), Luciano Silva (Noturna) e Leonardo Satt (Prima Satt), se conheceram nas produções caseiras e se tornaram grandes amigos. Criaram juntos um grupo unindo as três cervejarias para facilitar a distribuição de suas cervejas e com isso um grande fortalecimento foi criado entre eles. 

Depois de diversos lançamentos, resolveram em junho de 2015 criar uma nova marca, mais forte e mais criativa. Três mentes trabalhando pela qualidade de cervejas incríveis. 

Em agosto de 2017 foi aberto o Tasting Room da cervejaria, localizado na Rua Fortunato, 236, no bairro de Santa Cecília, em São Paulo.

RÓTULOS LANÇADOS PELA DOGMA
Panopticon Times: Belgian Saison | 5,6% ABV
Modern Dogma: Imperial Mocha Porter | 9% ABV
Orfeu Negro: Russian Imperial Stout | 12% ABV
The Wallace: Wee Heavy | 8% ABV
Cafuza: Imperial India Black Ale | 8,5% ABV
Hop Lover: Imperial India Pale Alte | 8,5% ABV
Touro Sentado: American India Pale Ale | 6,5% ABV
Rizoma: Double India Pale Ale | 8,3% ABV
Rizoma II: Double India Pale Ale | 8,3% ABV
Citra Lover: Imperial India Pale Alte | 8,5% ABV
Mosaic Lover: Imperial India Pale Alte | 8,5% ABV
Azzaca Lover: Imperial India Pale Ale | 8,5% ABV
Equinox Lover: Double India Pale Ale | 8,5% ABV
Estigma: American India Pale Ale | 7% ABV
Branca de Brett: Sour Ale com Brettanomyces | 5,5% ABV
EAP: Russian Imperial Stout | 10% ABV
Sourmind: Berliner Ryesse| 4,4% ABV
Éden: American Wheat| 5,1% ABV

Entre outros!

MAIS INFORMAÇÕES

CERVEJARIA DOGMA
Facebook: /cervejariadogma
Instagram: /cervejariadogma

Fonte: Beer Press


Overlab Simcoe - Degustação nº 1060




A Cerveja OverLab SIMCOE American faz parte da série Overlab, que é um projeto da cervejaria OverHop que se propõe a fazer diversos experimentos através de cervejas Single Hop. A proposta é submeter lúpulos já consagrados e lúpulos experimentais a uma mesma base de malte e usar a mesma técnica de lupulagem usada nas New England IPAs. Nesta foi usado uma proporção grama/litro igual de uma West Coast. Tudo isso fermentando com a levedura Conan! Utiliza o lúpulo norte-americano Simcoe.

Cervejaria: Overhop
Origem: Rio de Janeiro-RJ (Brasil)
ABV(%): 6,5
IBU: 42
Estilo: American India Pale Ale
Embalagem: Lata de 473 ml

Apresentou coloração dourado intenso, com corpo turvo. Sua espuma de cor branca apresentou ótima formação com duração persistente e excelente belgian lace no copo, além de partículas flutuantes.

No aroma, o malte mal aparece e o destaque fica para o lúpulo está presente de forma marcante, intenso, sendo herbal, bastante cítrico, com notas de pinho, de várias frutas tropicais como laranja e grapefruit. Muito aromática! No sabor, onde as frutas tropicais e cítricas se sobressaem, há um leve dulçor em contraponto a um amargor moderado. 

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Tem corpo médio-baixo e rescência média. Possui alto drinkability. Muito boa!

Cheers!
Luiz Araújo

Colorado ICI 02 - Degustação nº 1059


A Cerveja Colorado ICI 02 600ml é uma India Pale Ale fora do comum, graças à adição de lúpulos franceses na fervura e no dry hopping. A ICI 02 foi feita em parceria com o restaurante ICI Brasserie e é uma IPA franco-brasileira que juntou a brasilidade da Colorado através do uso da Rapadura e o toque francês do ICI, com o uso dos lúpulos franceses.

Cervejaria: Colorado
Origem: Ribeirão Preto-SP (Brasil)
ABV(%): 7
Estilo: French India Pale Ale (IPA)
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração dourada, com corpo límpido. Sua espuma de cor marfim apresentou boa formação com baixa duração, com uma justa transição de renda no copo. 

No aroma, o malte remete a biscoito e caramelo de forma média. O lúpulo está presente de forma média e é floral e herbal. Álcool bem inserido. No sabor o malte continua remetendo a caramelo, melaço que conferem um dulçor a cerveja que se equilibra muito bem com o amargor. 

O retrogosto é médio e levemente amargo. Corpo leve  e rescência mediana. Cerveja leve e com bom drinkability!

Um brinde!
Luiz Araújo

F#%king Beer Relax - Degustação nº 1058


Apesar de pouco conhecido no Brasil e hoje pouco produzido mundo a fora, o estilo de cerveja Grisette possui grande valor histórico. Mesmo sem muitos registros sobre esse estilo sabe-se que essa ale belga surgiu no início do século XX como uma cerveja fabricada para matar a sede de mineiros, que trabalhavam com escavação em minas de pedras cinzentas no sul da Bélgica, na província de Hainaut. As receitas para a produção dessas cervejas foram resgatadas de épocas longínquas que datam de 1812, 1870 e 1950, com diferentes versões. A Fucking Beer Relax é uma cerveja produzida com chips de Carvalho Americano.

Cervejaria: Fucking Beer
Origem: Curitiba-PR (Brasil)
ABV(%): 3,9
IBU: 20
Estilo: Grisette
Embalagem: Garrafa de 330 ml

Cerveja de coloração amarelo-palha, corpo turvo, com creme branco, boa formação e média persistência, sem transição de renda no copo.

No nariz aroma leve de cereais, complementado por notas cítricas e de especiarias. O amadeirado surge de forma discreta. O sabor acompanha o aroma, com leves dulçor e amargor, além de moderada acidez.

Corpo leve e média carbonatação. Tem alto drinkability, retrogosto com levíssima acidez. Gostosa e bem refrescante!

Um brinde!
Luiz Araújo

Tupiniquim Citrus Bomb - Degustação nº 1057


Nathan Smith, homebrewer da região de São Francisco desde 1998, juiz BJCP desde 2010 e contribuidor do programa de rádio The Brewing Network desde 2007, já ganhou múltiplos prêmios em competições de cervejeiros caseiros na região de São Francisco, incluindo 5 best-of-show desde 2008. A cerveja Tupiniquim Citrus Bomb é uma cerveja colaborativa produzida durante o X Encontro Nacional das Acervas realizado em Porto Alegre em Junho de 2015. 

Cervejaria: Tupiniquim
Origem: Porto Alegre (Brasil)
ABV(%): 7,8
IBU: 80
Estilo: Double/Imperial India Pale Ale (IPA)
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração alaranjado, com corpo turvo. Sua espuma de cor marfim apresentou ótima formação e estabilidade, com uma excelente transição de renda no copo. 

No aroma, o malte remete a caramelo e leve tostado. O lúpulo é intenso e perfumado, cítrico, com notas de resina, maracujá, tangerina, laranja e frutas tropicais. O álcool está bem inserido. O sabor acompanha o aroma, com dulçor moderado e intenso amargor. 

O retrogosto é duradouro, amargo e seco. Corpo médio-baixo e rescência mediana. Cerveja com médio drinkability. Muito boa!

Saúde!
Luiz Araújo 

Empada com massa cream cracker é lançamento do Botequim Carioca


Chef Melchior Neto ensina como preparar receita rápida e versátil. Divulgação: Botequim Carioca

O Chef Melchior Neto, que está no comando do Botequim Carioca, um dos bares mais badalados no ABC Paulista, lança a receita de empada elaborada com massa de cream cracker. Com ingredientes fáceis, o salgado fica mais cremoso e desmancha na boca, causando uma explosão de sabor, sendo uma ótima opção para servir em dias de descontração junto aos amigos e família.

Confira a receita:

INGREDIENTES
30 unidades de bolacha cream cracker
4 colheres de sopa de manteiga

RECHEIO
400 gramas de camarão 7 barbas limpo
500 gramas de requeijão cremoso (bisnaga)
Salsa picada
Sal e pimenta a gosto

MODO DE PREPARO
Bata as bolachas no liquidificador ou processador. Em seguida misture com a manteiga numa bacia até formar uma massa homogênea.
Espalhe a massa nas formas próprias para o empada no fundo e laterais. Não precisa untar.
Coloque no forno 250° por 15 minutos até dourar e reserve.

RECHEIO
Refogue o camarão no azeite até dourar. Tempere com sal, pimenta e salsa a gosto. Misture com parte do requeijão cremoso e reserve.
Recheie as massas e finalize com o que restante do requeijão cremoso e coloque no forno para gratinar.

Serve até seis pessoas.

Essa mesma receita você pode substituir pelo recheio que preferir: Abobrinha, carne moída, carne seca, frango desfiado, goiabada e entre outros.

Botequim Carioca
Rua Santo André 524 - Vila Assunção
Santo André - SP
Horário de Funcionamento: De terça a sexta-feira, das 17h às 23h. Aos sábados, das 12h às 23h.
Telefone: (11) 44368821

Fonte: Máxima Assessoria de Imprensa

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Berliner Weisse com Goiaba é a cerveja oficial do Slow Brew Brasil 2017


O festival acontece em novembro na capital paulista

A disputa foi acirrada no Concurso Homebrew para escolher a cerveja oficial do Slow Brew Brasil 2017. Um grupo qualificado de jurados escolheu a melhor Fruit Beer e a vencedora foi uma Berliner Weisse com Goiaba, produzida por Daniel Dinslaken, de Florianópolis.

“Quando soube do resultado foi uma sensação incrível, fiquei muito feliz e senti uma responsabilidade muito grande também, por ser o responsável por criar a cerveja oficial do Slow Brew Brasil, que para mim está entre os melhores eventos cervejeiros do país.”. Comentou Daniel sobre a vitória.

O estilo Berliner Weisse é tradicionalmente alemão e recebeu um toque de tropicalidade proposta pelo concurso com a adição de Goiaba.

(Foto: Divulgação)

Daniel Dinslaken é cervejeiro caseiro desde 2013. Segundo ele, suas primeiras produções foram todas para o ralo e aos poucos foi aprendendo nos livros, cursos e com dicas de outros cervejeiros. Hoje ele é responsável pela plataforma de ensino online ConCerveja.

“Participar desse concurso foi uma experiência incrível para mim, porque pude unir duas paixões, a cerveja e a biologia. Eu sou biólogo, com mestrado em Ecologia, e quando vi a proposta do Concurso fiquei muito empolgado em participar, a ideia de trabalhar apenas com frutas nativas foi uma sacada muito bacana dos organizadores.”. Comentou Daniel.

A cerveja vencedora será produzida na cervejaria Carranca e apresentada oficialmente no Slow Brew Brasil, que acontece em São Paulo, no dia 18 de novembro, no Centro de Eventos Pro Magno.

O Concurso Homebrew 2017 teve apoio da Cervejoteca, Lamas, Brew Beer e CervejariaCarranca.

(Foto: Divulgação)

OS 5 PRIMEIROS CLASSIFICADOS

1- Daniel Fernandes Dinslaken
Estilo: Berliner Weisse com Goiaba

2- Marco Antônio Paes dos Reys
Estilo: Belgian Tripel com Goiaba

3- Marsoni Toshyio
Estilo: American Stout com Cajú;

4- Manoel Teixeira Lage
Estilo: American Wild Ale com Mangaba

5º- Matheus Silva Massa
Estilo: Hefeweizen com Jabuticaba

O Concurso Homebrew surgiu da ideia de prestigiar quem faz cerveja em casa, na panela. O objetivo é de promover a valorização da cultura homebrew nacional.

SERVIÇO
Slow Brew Brasil 2017 – São Paulo
Local: Centro de Eventos Pro Magno (a 300m da marginal Tiete, sentido Casa Verde).
Endereço: Rua Samaritá, 230 - Casa Verde - São Paulo/SP
Data: 18/11/2017 (sábado)
Horário: 11h:30 Beer Parade: (Desfile das cervejarias participantes dando início a cerimônia de abertura oficial do festival).
Abertura dos portões:12h
Término: 20h

#PartiuSampa #SlowBrewBrasil2017

SOBRE O SLOW BREW BRASIL
O termo Slow Brew busca sua inspiração no estilo de vida Slow Movement, Slow Life, Slow Food que é difundido na Europa desde a década de 80. São movimentos para se viver calmamente, valorizando a experiência e todos os momentos da vida. O Slow Brew Brasil é um produto da Empresarial Marketing, empresa de consultoria empresarial que atua desde 2000 no mercado.

O CEO Maurício Leandro Fernandes, apreciador de cervejas artesanais, juntamente com Kátia Pereira, hoje curadora do evento, sempre desejaram um festival de cervejas perto de onde moravam. Com muita seriedade e planejamento, criaram em 2014 o Slow Brew Brasil realizado em Ribeirão Preto (SP). 

Em 2016 o festival levou 3200 apaixonados por cerveja artesanal para a cidade de Campos do Jordão (SP). Em 2017 o evento chega na capital paulista no mês de novembro.

MAIS INFORMAÇÕES

SLOW BREW BRASIL
Twitter: slowbrewbrasil
Instagram: slowbrewbrasil

Fonte: Beer Press

Starbucks® estende promoção Frappuccino™ Em Dobro

Na compra de um Frappuccino™ o consumidor ganha outro, a promoção válida para todos os clientes foi prorrogada para 18 a 22 de setembro, das 14h às 17h

Quem não aproveitou a promoção Frappuccino™ Em Dobro terá mais uma chance, atendendo a pedidos a Starbucks® fará uma segunda rodada da promoção. Entre os dias 18 e 22 de setembro todos os consumidores que comprarem um Frappuccino™ das 14h às 17h ganharão outro! A segunda bebida, concedida gratuitamente, poderá ser de valor igual ou menor ao da primeira.

A ação acontece em todas as 106 lojas da marca no país e para os clientes My Starbucks Rewards™, membros do programa de recompensas da marca que pagarem com o app Starbucks Brasil ou Starbucks Card registrado, o horário da promoção se estende até às 18h.

O Frappuccino™ Em Dobro, que celebra uma das bebidas mais icônicas da marca, é válido para todos os sabores e tamanhos de Frappuccino™. O cardápio da Starbucks Brasil conta com 17 sabores da bebida – cremosos e refrescantes, os Frappuccinos podem ser preparados com ou sem café e customizados com shots adicionais de espresso, essências, caldas e choco chips, entre outros ingredientes. Um dos destaques é o novo Frappuccino™ Caramelo Macchiato, que chegou para completar a linha de bebidas com este sabor: preparado com essência de baunilha, creme e gelo, leva doses de café espresso e finalização com chantilly e calda de caramelo Starbucks®.

Sobre a Starbucks Coffee CompanyDesde 1971, a Starbucks® Coffee Company está comprometida eticamente com o cultivo e a torrefação do café arábica de mais alta qualidade no mundo. Hoje, com lojas ao redor do globo, a companhia é líder mundial em torrefação e na venda de cafés especiais. Por meio do nosso compromisso com a excelência e os princípios que a norteiam, a marca traz a exclusiva Experiência Starbucks para a vida de cada cliente, a cada xícara. Para participar dessa experiência, o consumidor pode ir a uma das nossas lojas ou visitar o site www.starbucks.com

Sobre a Starbucks Brasil

A Starbucks chegou ao Brasil em dezembro de 2006 e mudou o cenário de cafés especiais no país. Além de suas bebidas quentes, frias, Frappuccinos®, conhecidas no mundo todo, e produtos de excelente qualidade, a rede quer ser o Terceiro Lugar para se estar: um ambiente acolhedor e amigável entre a casa e o trabalho, onde as pessoas podem relaxar, ouvir música e encontrar amigos. Essa proposta, alinhada ao atendimento personalizado e aos melhores cafés especiais do mundo, é a Experiência Starbucks.

Os cafés comercializados pela Starbucks são grãos de classificação arábica, conhecidos no Brasil, como cafés gourmet ou especiais. Em suas mais de cem lojas espalhadas por São Paulo, Guarulhos, Jundiaí, Campinas, São José dos Campos, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Sorocaba, ABC Paulista, Santos, Piracicaba, Niterói e Rio de Janeiro, o cliente pode conhecer, além de seus cafés gourmet e bebidas, os saborosos acompanhamentos salgados e doces, destaque para os famosos Blueberry Muffin e Muffin de Chocolate, e os deliciosos salgados, como croissants, pão de queijo e sanduíches.

Para conhecer mais sobre essa experiência, os cafés e os produtos, assim como saber qual é a loja mais próxima, visite o nosso site www.starbucks.com.br.

Para saber mais sobre a Starbucks Brasil, acesse www.starbucks.com.br ou acompanhe:

sábado, 16 de setembro de 2017

Barco Ça Va - Degustação nº 1056


Dessa vez uma saison sofisticada, mas sem formalidades, marcada pelo equilíbrio e leveza, perfeita para quebrar os protocolos e apreciar em um momento de descontração. 

Cervejaria: Barco Brewers
Origem: Porto Alegre-RS (Brasil)
ABV(%): 6,0
Estilo: Saison/Farmhouse
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração dourada e corpo turvo. Sua espuma de cor branca apresentou ótima formação e persistência, com uma excelente transição de renda no copo.

No aroma o malte remete a cereais e mel. Lúpulo floral e herbal. A levedura traz algumas notas de terra, curral, além de frutas amarelas. Complementam o conjunto notas condimentadas e de especiarias. O sabor acompanha o aroma, com dulçor e acidez moderados e leve amargor.

O final é duradouro, levemente amargo e seco. Corpo leve, com carbonatação média e textura levemente frisante. Uma boa cerveja, com alto drinkability!

Salute!
Luiz Araújo


Experiencia Alentejana durante o Rock in Rio


Em parceria com o Turismo de Portugal Vinhos do Alentejo mostrá aos brasileiros o melhor do terroir regional

A Edição 2017 do Rock in Rio - considerado um dos principais festivais de música do mundo-, receberá uma experiência tipicamente alentejana. Durante todos os dias do festival, a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), organismo que certifica e promove os vinhos da região, realiza no do lounge Turismo de Portugal, um happy hour exclusivo com vinhos da região do Alentejo, em Portugal.

Entre uma taça e outra, o público que estiver no local, terá a oportunidade de conhecer também o bondinho elétrico "Prazeres 28", um dos grandes ícones culturais de Lisboa, que estará aberto à visitação no lounge Turismo de Portugal na Cidade do Rock durante todos os dias do festival (15 a 17 e 21 a 24 de setembro). Quem embarcar no bondinho poderá participar de diversas atividades para conhecer o país, reconhecido mundialmente como um dos melhores destinos turísticos do momento. 

"O público brasileiro tem se tornado um grande apreciador dos vinhos alentejanos. De acordo com o nosso último levantamento, as importações aumentaram mais de 20%. Nosso objetivo por meio destas ações, é reforçar a notoriedade de nossos vinhos no país que ocupa a segunda posição no ranking de exportações de vinho certificado para a mesa dos brasileiros" afirma Maria Amélia Vaz da Silva, do departamento de Marketing da CVRA.

A região do Alentejo é líder do mercado português de vinhos – detém 46,4% em volume e 45% em termos de valor –, segundo dados referentes a 2016 da AC Nielsen. E o Brasil é o segundo principal mercado importador dos vinhos alentejanos no mundo, com 3,6 milhões de garrafas por ano.

SOBRE A CVRA – Comissão Vitivinícola Regional Alentejana

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) foi criada em 1989 e é um organismo de direito privado e utilidade pública que certifica, controla e protege os vinhos DOC Alentejo e os vinhos Regional Alentejano.

É também responsável pela promoção dos Vinhos do Alentejo, no mercado português e em mercados-alvo internacionais. Sua atividade é financiada através da venda dos selos de garantia que integram os contrarrótulos dos Vinhos do Alentejo.

Para mais informações acesse: www.vinhosdoalentejo.pt

Fonte: LLorente & Cuenca

Blanche de Curitiba - Degustação nº 1055


Esta cerveja foi desenvolvida com a intenção de unir os aromas levemente frutados e condimentados com especiarias e notas cítricas, inspiradas nas Bière Blanche ou Witbier da cidade de Hoegaarden, Bélgica. Seu rótulo teve inspiração na obra “O Retorno das chamas” (Le retour de la flame, 1943), do pintor belga René Magritte.

Cervejaria: Bodebrown
Origem: Curitiba-PR (Brasil)
ABV(%): 5,2
Estilo: Witbier
Embalagem: Garrafa de 330 ml

Cerveja de coloração amarelo, corpo turvo, com creme branco de boa formação e de média persistência.

No nariz aroma cítrico, notas de laranja, além de notas condimentadas devido a adição de semente de coentro. O sabor acompanha o aroma, com leves dulçor e amargor, além de acidez moderada.

Corpo leve, textura frisante e carbonatação médio-alta. Esta witbier tem ótimo drinkability, retrogosto com leve acidez. Ótima para dias mais quentes, boa, leve e refrescante! 

Um brinde!
Luiz Araújo

Red Stripe - Degustação nº 1054


Em 1934 nasceu a jamaicana Red Stripe e sua garrafa inusitada. 

Cervejaria: Desnoes and Geddes
Origem: Jamaica
ABV(%): 4,7
Estilo: Premium American Lager
Embalagem: Garrafa de 330 ml

É uma cerveja de coloração dourada, com corpo límpido. Sua espuma de cor branca apresentou boa formação e pouca persistência. 

No aroma, leve presença de malte e toque de cereais, mel e panificação. O lúpulo é leve e floral. No sabor, o dulçor do malte se sobressai ao leve amargor.  

O aftertaste é médio e levemente amargo. Corpo leve, textura sedosa e rescência mediana. Cerveja com alto drinkability e bem refrescante.

Um brinde!
Luiz Araújo

Chula Pils - Degustação nº 1053


Chula Pils é a German Pilsner da Novo Brazil, uma cervejaria do casal Miguel e Ustane Carneiro, pais dos cervejeiros da Wäls. Prêmios: Considerada a Melhor Czech Style Pale dos EUA, no World Beer Awards, em 2017. Melhor Czech Pilsener dos EUA, no World Beer Awards 2016.

Cervejaria: Novo Brazil Brewing
Origem: EUA
ABV(%): 5
IBU: 30
Estilo: Pilsener
Embalagem: Lata de 473 ml

É uma cerveja de coloração âmbar claro, com corpo límpido. Sua espuma de cor marfim apresentou boa formação e persistência, com uma boa transição de renda no copo.

No aroma presença média de malte remetendo a pão, cereais e leve caramelo. Lúpulo herbal e notas cítricas lembrando frutas como laranja e outras frutas tropicais. No sabor o malte confere um leve dulçor seguido de moderado amargor. 

O retrogosto é amargo, duradouro e seco. Corpo leve e rescência mediana. A cerveja tem ótimo drinkability. Textura sedosa. Boa cerveja, além de muito refrescante!

Cheers!
Luiz Araújo

Trópica Macau - Degustação nº 1052


A Trópica Macau, tem um toque de hortelã além das tradicionais nuances do estilo Porter. A receita é uma criação do mestre cervejeiro da Trópica, Leandro Ajuz, em parceria com Marcos Lee, chef do "bar." em São Paulo. No caminho das especiarias está Macau, a Las Vegas do Oriente que fala sua língua e tempera sua cerveja.

Cervajaria: Trópica Brewing Co.
Origem: Rio de Janeiro-RJ (Brasil)
ABV(%): 5,0
Estilo: Porter
Embalagem: Garrafa de 600 ml

É uma cerveja de coloração castanho escuro, com tons avermelhados. Sua espuma de cor bege apresentou boa formação, média persistência, com uma justa transição de renda no copo. 

No aroma médio, o malte remete a biscoito, caramelo, toffe, chocolate, leve café e tostado. O sabor segue a mesma linha do aroma, com amargor médio-baixo proveniente da tosta do malte e dulçor moderado. O hortelã é discreto. 

O retrogosto é médio e levemente amargo. Cerveja com corpo médio-baixo e carbonatação média. Bom drinkability. Boa cerva!

Um brinde!
Luiz Araújo

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Experiência amarga continua na série Lover da cervejaria Dogma!

(Foto: Divulgação)

Já é possível identificar que cada consumidor tem o seu rótulo preferido na série “Lover”, da cervejaria Dogma. Alguns gostam mais da Simcoe, outros da Mosaic, Citra, entre outras muito desejadas.

Essa é justamente a ideia da cervejaria, mostrar as diferenças de cada lúpulo em uma mesma base de cerveja. O protagonista da vez é o lúpulo El Dorado.

DOGMA EL DORADO LOVER
Esta série de single hops foi pensada tanto para os geeks que querem aprofundar seus conhecimentos sensoriais sobre lúpulos, quanto para um amante de IPAs que quer um produto fresco e delicioso. Sem maltes caramelos em sua composição e com uma carga de 20G/L de lúpulo. Vamos mostrar para vocês tudo o que esses lúpulos são capazes de fazer sozinhos em uma IPA.

Nome da cerveja: Dogma El Dorado Lover 
Estilo: Imperial IPA
ABV: 8,7%
IBU: 80
Formato: Lata e Chope 473ml

(Foto: Divulgação)

SOBRE A DOGMA
É com uma grande união que as grandes ideias e conquistas surgem. Com essa filosofia nasceu a cervejaria Dogma. Uma junção de três cervejarias ciganas de São Paulo, a Serra de Três Pontas, a Noturna e a Prima Satt.

Bruno Moreno (Serra de Três Pontas), Luciano Silva (Noturna) e Leonardo Satt (Prima Satt), se conheceram nas produções caseiras e se tornaram grandes amigos. Criaram juntos um grupo unindo as três cervejarias para facilitar a distribuição de suas cervejas e com isso um grande fortalecimento foi criado entre eles. 

Depois de diversos lançamentos, resolveram em junho de 2015 criar uma nova marca, mais forte e mais criativa. Três mentes trabalhando pela qualidade de cervejas incríveis. 

Em agosto de 2017 foi aberto o Tasting Room da cervejaria, localizado na Rua Fortunato, 236, no bairro de Santa Cecília, em São Paulo.

RÓTULOS LANÇADOS PELA DOGMA
Panopticon Times: Belgian Saison | 5,6% ABV
Modern Dogma: Imperial Mocha Porter | 9% ABV
Orfeu Negro: Russian Imperial Stout | 12% ABV
The Wallace: Wee Heavy | 8% ABV
Cafuza: Imperial India Black Ale | 8,5% ABV
Hop Lover: Imperial India Pale Alte | 8,5% ABV
Touro Sentado: American India Pale Ale | 6,5% ABV
Rizoma: Double India Pale Ale | 8,3% ABV
Rizoma II: Double India Pale Ale | 8,3% ABV
Citra Lover: Imperial India Pale Alte | 8,5% ABV
Mosaic Lover: Imperial India Pale Alte | 8,5% ABV
Azzaca Lover: Imperial India Pale Ale | 8,5% ABV
Equinox Lover: Double India Pale Ale | 8,5% ABV
Estigma: American India Pale Ale | 7% ABV
Branca de Brett: Sour Ale com Brettanomyces | 5,5% ABV
EAP: Russian Imperial Stout | 10% ABV
Sourmind: Berliner Ryesse| 4,4% ABV
Éden: American Wheat| 5,1% ABV

Entre outros!

MAIS INFORMAÇÕES

CERVEJARIA DOGMA
Facebook: /cervejariadogma
Instagram: /cervejariadogma

Fonte Beer Press